Estamos chegando ao final de 2021 e muitas empresas já discutem suas estratégias de vendas para o próximo ano, olhando para o perfil do consumidor e as tendências do marketing digital em 2022. 

Entre os objetivos das ações pensadas para manter ou elevar o ritmo da retomada comercial estão a atração e a fidelização de clientes, mas para isso é preciso estar atento ao perfil do consumidor e as tendências.

Segundo pesquisa realizada pela WSGN (Worth Global Style Network), a pandemia de Covid-19 teve forte influência na forma de consumo e adiantou, em quase uma década, tendências previstas pela agência. O resultado disso é uma corrida por parte das indústrias e empresas para se adaptarem ao novo cenário. 

A conectividade, que já era um comportamento presente na sociedade, se tornou a palavra chave em tempos de isolamento social, modificou as relações das pessoas com as marcas, trouxe a presença do consumidor tradicional (50+) e reforçou atuação das novas gerações tanto nos e-commerces e marketplaces como nas redes sociais

A segunda palavra que rege esta mudança é: adaptação. 

Os meios de vendas tradicionais não vão sumir, os consumidores não deixarão de ir até as lojas físicas e grandes centros comerciais, porém é preciso se adaptar ao ambiente virtual e  criar novas oportunidades de negócios com um formato de atendimento híbrido, estratégias omnichannel e soluções multicanais. 

Mas antes de iniciar qualquer planejamento estratégico para 2022, é fundamental conhecer os novos perfis de consumidores:

Novos perfis consumidores 

A partir de uma análise demográfica (quem é o cliente) e dados psicográficos (por que ele está comprando), foram traçados três potenciais grupos que vão liderar o impulsionamento de vendas e engajamento em 2022. 

Entenda quais valores são importantes para cada um deles e descubra como a sua empresa pode atender os desejos desses consumidores:

Novos otimistas

Mesmo em tempos difíceis, em meio a tragédias, falta de esperança, conflitos internos e sentimento de impotência diante de uma pandemia, esses consumidores estarão abertos a novidades, momentos de alegria e em busca de oportunidades de mudanças positivas. 

Comunitários

O nome já indica o que este consumidor deseja: pertencer a uma comunidade e voltar a ter uma rotina de trabalho e compartilhamento com outras pessoas para contribuir com  redefinição de um perfil regionalizado e centrado nas características de uma localidade.

Estabilizadores

Esse perfil é exigente, dá prioridade a um relacionamento transparente com as marcas baseado em ações simples de compras. A busca de equilíbrio durante a jornada de compra e um novo momento de paz e estabilidade é a principal dor desse grupo de consumidores. 

Apesar de diferentes em seus conceitos, os grupos apresentam sentimentos e comportamentos em comum, além da conectividade digital e do uso de soluções tecnológicas. A interação humana deve ter um protagonismo maior, mesmo que ocorra de forma virtual, baseada nas vivências experimentadas dentro do cenário de mudança.

Esses sentimentos foram pesquisados e avaliados na pesquisa da WSGN, e podem ser usados no momento de elaborar melhor  um planejamento com abordagem, interação e atendimento assertivos, visando a conversão de clientes:

  • otimismo radical — a negatividade não tem vez e vai dar lugar para sensações mais agradáveis que podem ser transmitidas na conduta da empresa, com ações que deixem o consumidor feliz e satisfeito;
  • dessincronização social — para retomar a rotina e a estabilidade, o consumidor vai querer estar em sintonia com o meio. Essa é uma ótima oportunidade para conquistar um melhor posicionamento da marca dentro do segmento;
  • resiliência equitativa — sentimentos autênticos e busca por controle e aceitação emocional. Esses  fatores devem ser considerados na análise do perfil do público-alvo e o comportamento de compra;
  • medo — ainda com  algumas incertezas, 2022 será um ano também de receio sobre as mudanças, questões financeiras, ambientais e sociais, exigindo uma análise minuciosa sobre o que a sua empresa pode fazer  para amenizar esse sentimento.

As previsões e tendências são baseadas em situações existentes como: conectividade alta, pedidos on-line, entregas em tempo recorde, integração entre unidades, trabalho home office, funcionamento full time.

O perfil do consumidor em 2022 deve ser a continuidade aperfeiçoada do que era previsto para os próximos anos. 

Tendências do comportamento das empresas

Já com relação às empresas, a pandemia acelerou o processo de mudança para canalizar os esforços das empresas com o objetivo de ir além da excelência dos seus produtos e serviços, exigindo que as ações estratégicas proporcionem ao consumidor uma experiência única, capaz de destacar a empresa no mercado e fidelizar o cliente. 

Da estratégia omnichannel à implementação do atendimento híbrido, é preciso fazer uso de ferramentas que possibilitem uma integração padronizada e personalizada em diferentes canais de comunicação com o consumidor. 

O atendimento, presencial e on-line, será o principal elo entre o público e a sua marca. Seja por meio de contato diversos, como chat web, WhatsApp, redes sociais, central telefônica ou e-mail, é fundamental  garantir que o atendimento aconteça em tempo integral levará a sua empresa a um nível acima dos concorrentes. 

Na Mercado Binário, as estratégias de marketing digital são elaboradas com base em análises de mercado e no comportamento do consumidor. Tendo as informações em mãos, nossos especialistas trabalham com o Método MB e direcionam suas ações para otimizar os resultados da sua empresa. 

Para saber mais sobre o Método MB, entre em contato com os nossos consultores.