Educação financeira e tecnologia: democratizando investimentos

Gabriel Kallas Toro Investimentos

A Toro Investimentos estabeleceu como meta utilizar a educação financeira como ponte para que mais pessoas realizem seus sonhos e invistam de forma consciente. A empresa tem investido cada vez mais em novos formatos de conteúdo, combinando educação e tecnologia para democratizar investimentos. Desde a sua fundação, a educação financeira é um dos alicerces da empresa, com a oferta de cursos online gratuitos e relatórios sobre a Bolsa. Em julho de 2018, a Toro foi a primeira fintech a lançar sua própria corretora na Bolsa, com o objetivo de popularizar investimentos. Os clientes pagam somente se tiverem lucro na operação que tenha sido recomendada pelos analistas da corretora.

Para mostrar às pessoas que elas podem recorrer a outras formas de investimento, a outros produtos, e terem maior rentabilidade, a Toro enfatiza que existem produtos tão seguros quanto a poupança, mas com rentabilidade líquida melhor. Além disso, é possível gerenciar riscos, como investimentos na Bolsa, para ter um retorno maior. A Bolsa de Valores é um investimento com potencial de retorno maior do que todos os outros, mas também é um investimento que tem maior risco. Para descomplicar esses investimentos, a educação é o primeiro passo.

A Toro continuará focando nos pilares que sempre acreditou muito: educação e diversificação da carteira de investimentos. A empresa intensificará o caminho da educação, com um portfólio mais diverso de conteúdos, visando ajudar as pessoas a investir de forma diversificada, com gestão de risco. A empresa quer ser uma ponte para a realização do sonho das pessoas por meio de dos investimentos. Além disso, a Toro continuará acompanhando e se adaptando aos movimentos de digitalização bancária que estão acontecendo na indústria financeira.

- Publicidade -

Em resumo, a Toro Investimentos tem como meta democratizar investimentos por meio da educação e tecnologia, mostrando às pessoas que existem outras formas de investimento além da poupança, com rentabilidade líquida melhor e gerenciamento de risco. A empresa continuará focando na educação e diversificação da carteira de investimentos, acompanhando e se adaptando aos movimentos de digitalização bancária.

Acompanhe mais dicas de Gestão e Liderança aqui na gazetadobairro

Compartilhe este artigo
adbanner