A violência também presente em Curitiba

hs-gazeta-do-bairro

Mesmo registrando queda no número de homicídios, segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, Curitiba teve 379 casos registrados no ano passado, contra 468 de 2016.
Ao mesmo tempo em que a nossa região continua a ter o maior crescimento populacional de Curitiba, somos também líderes em violência em bairros como a CIC, Tatuquara e Sítio Cercado, os mais violentos da cidade. Juntos, os três bairros responderam por 33% dos homicídios dolosos da cidade.
Foram 68 casos registrados na CIC, 33 no Tatuquara e no Sítio Cercado, o único que diminuiu, o número caiu de 47 em 2016 para 13 em 2017.
Os números da violência em Curitiba ainda se distanciam da maioria das capitais onde o crime está tomando conta. Mesmo sem ter tantos problemas, também temos nossos morros e favelas sem a presença efetiva da autoridade e em especial da infraestrura que possa levar uma vida aceitável a esta população.
Assim quando comentamos esta realidade, mais que reclamar, o fazermos como uma maneira de alertar as autoridades para não se conformarem, entendendo que, mesmo distante das trágicas condições de outros centros, também fazemos parte do Brasil e estamos na rota destas quadrilhas assim como dos grupos organizados no crime que também circulam por aqui.

Compartilhe este artigo