Palestra do Vale do Pinhão orienta empreendedores sobre participação em feiras e exposições

2cff3a5a1480bbc8d4f7829c12fc7752 jpg-gazeta-do-bairro

Participar de feiras é uma das formas mais antigas de comercializar produtos e serviços. Antigo não quer dizer “antiquado” e a participação em feiras e exposições está em alta, visto que ofertam a credibilidade do contato face a face na compra e venda, sendo um nicho que micro e pequenos empreendedores podem explorar.

Mas, como começar a participar de feiras e exposições? Para responder essa pergunta, o Programa Curitiba Empreendedora realizou, nessa terça-feira (11/7), a palestra Empreendedor em Exposição: Preparando sua Empresa para o Sucesso em Feiras, que encheu o auditório da Rua da Cidadania do Boqueirão.

  • Espaço Empreendedor é a porta de entrada para micro e pequenos negócios em Curitiba
  • Conheça o único Espaço Empreendedor do Paraná Selo Diamante de excelência no atendimento ao MEI
  • Vale do Pinhão promove 44 eventos gratuitos para microempreendedores por toda Curitiba

Durante o evento, a palestrante do Sebrae-PR, Ana Lucia Silva de Oliveira, deu dicas a Microempreendedores Individuais (MEIs) e donos de pequenos negócios para “desmistificar” essa forma de fazer de negócios.

- Publicidade -

“Hoje, há feiras e exposições para todos as áreas e todos os portes de empresa. Depois de dois anos de pandemia, esses eventos estão voltando com tudo e é uma ótima forma de realizar vendas, estreitar novas parcerias, aprender com pares. Exige do empreendedor investimento e tempo, mas vale muito a pena”, diz Ana Lucia.

A palestra é parte do cronograma de capacitações gratuitas que o Curitiba Empreendedora oferece durante todo o ano aos donos de pequenos negócios por toda a cidade.

O Curitiba Empreendedora é o programa da Prefeitura de Curitiba e do Vale do Pinhão, por meio da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, em parceria com o Sebrae-PR.

Como começar

A consultora listou algumas dicas “de ouro” para quem quer incluir a participação em feiras e exposições como uma forma de alavancar seu empreendimento:

  • Pesquise feiras e exposições no seu segmento de negócio. Vale buscar pela internet, conversar com colegas que atuam na área. Certifique-se de que é um evento de referência;
  • Busque contato de pessoas que já participaram dessas feiras ou exposições e pergunte se valeu a pena. Escolha as mais adequadas ao perfil da sua empresa;
  • Faça um bom planejamento para marcar presença nos eventos escolhidos: levantamento do investimento necessário (taxas de participação, marketing, produção), horas de trabalho e estabeleça metas de resultados;
  • Saiba o quanto antes o local e tamanho do seu estande no evento, para planejar a estratégia para se destacar;
  • Tenha o produto à mostra no estande (inclusive com amostras para prova ou teste), boas embalagens para entregar os produtos comercializados, saiba antecipadamente sobre como será possível finalizar as transações durante o evento (formas de pagamento, por exemplo).
  • É fundamental pensar como será feita a divulgação do negócio durante a feira ou exposição (banner, cartaz, cartão de visita, QR Code), e a divulgação dos contatos do negócio
  • Se possível, providencie brindes que ajudem a sua marca a ser lembrada.

Em busca de conhecimento

Entre os participantes da palestra, a microempreendedora individual Tânia Cristina de Lima Genovez, 57 anos, e proprietária da Home Decor Perfumaria de Ambientes (@taniacristina.homedecor) conta que se interessou pelo tema para aprender como começar a participar de feiras “Estou sempre me aprimorando para melhorar meu negócio. Na área do artesanato, é uma ótima forma muito comum de ampliar a clientela”, disse.

Os participantes da palestra desta tarde terão um momento para testar os aprendizados na prática. A Agência Curitiba, com apoio da Administração Regional do Boqueirão, vai realizar, em agosto, um dia de exposição na própria Rua da Cidadania do Boqueirão, com exposição de produtos e serviços dos empreendedores.

- Publicidade -

Estratégias Criativas

A coordenadora do Programa Curitiba Empreendedora, Leticia Justus, lembra que o objetivo da palestra foi auxiliar os donos de pequenos negócios a criar estratégias criativas em uma nova área de comercialização, ampliando os potenciais clientes.

“Nas formações do Curitiba Empreendedora, fazemos encontros de negócios, ensinamos sobre como controlar as finanças e administrar os empreendimentos. E também queremos auxiliar os donos de pequenos negócios a pensar novas formas de conquistar novos clientes”, diz Letícia.

O consultor do Sebrae-PR, Rodrigo Feyerabend, lembra que o Curitiba Empreendedora oferta, ainda, treinamentos em Marketing, Finanças e Administração do Tempo e consultorias individuais.

O programa também oferta o atendimento nos nove Espaços Empreendedor e dá apoio aos 205,8 mil MEIs de Curitiba, com informações, serviços e até acesso a financiamentos para fomentar estes negócios, com a ferramenta Balcão Finanças.

Eles podem buscar apoio no Espaço Empreendedor na Rua da Cidadania mais próxima: Bairro Novo, Boa Vista, Boqueirão, Cajuru, CIC (administração regional), Fazendinha/Portão, Pinheirinho, Santa Felicidade e Tatuquara.

Os atendimentos são realizados de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, com agendamento prévio, via internet, pelo site da Agenda Online.

Confira as Notícias de Curitiba e Região na Gazeta do Bairro.

Acompanhe mais notícias de curitiba e região aqui na Gazeta do Bairro

Notícias dos Bairros Curitiba

Fonte:cgn.inf.br

Compartilhe este artigo
adbanner