Desde a chegada do novo coronavírus, a Prefeitura de Curitiba vem tomando uma série de ações para diminuir os impactos sociais da doença na população curitibana, em especial, entre as pessoas em situação de rua, idosos e crianças em vulnerabilidade, famílias de baixa renda e quem perdeu emprego por conta da pandemia.


O trabalho é intenso. De comida de graça a pernoite em hotéis sociais, o município vem garantindo dignidade à mesa e alojamento digno a quem mais precisa. Já foram distribuídos gratuitamente um milhão de kits de alimentação às famílias de estudantes da rede municipal de ensino, 284 mil refeições a quem está em risco social através do Mesa Solidária e aproximadamente 1.100 pessoas são atendidas diariamente em hotéis sociais, Centros POPs e outros espaços de acolhimento da Prefeitura.
Programas lançados pelo prefeito Rafael Greca, a partir de 2017, também foram reorganizados ou ampliados.
O apoio da comunidade tem sido fundamental. Com o andamento da pandemia, foi intensificada a mobilização de órgãos do município, como Fundação de Ação Social (FAS), Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) e Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito, com entidades parcerias, entre instituições religiosas, organizações da sociedade civil (OSCs) e movimentos de apoio às pessoas em risco social. Já a Secretaria Municipal de Educação tem dado todo o apoio aos estudantes da rede de ensino da capital.

Veja as principais ações da Prefeitura durante a pandemia para a população em risco social:

Mesa Solidária
Armazém da Família
Restaurante Popular
Hortas Urbanas
Fazenda Urbana
Kits de alimentos para estudantes
Curitiba que não dorme
Mais vagas 24H nas FAS
Hotéis Sociais
Praça Solidariedade
Abordagem Social
CRAS
CREAS
Anjos da Guarda
Cadastro Único
Em Busca de Trabalho (Sine)