Agronegócio garante 80% das exportações do Paraná

agro3-gazeta-do-bairro

Impulsionando o aumento das exportações paranaenses nos primeiros quatro meses de 2016 a agricultura do Paraná, segundo a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, atingiu o total de 80% das receitas com as exportações do estado0. O levantamento foi feito com base em informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e divulgado agora, na última semana de maio.
De um total equivalente a US$ 4,86 bilhões, US$ 3,88 bilhões vieram de produtos do agronegócio (US$ 440 milhões a mais que em 2015). Por outro lado, as receitas com exportação aumentaram 10,7% em relação a 2015 (US$ 4,39 bilhões).
Para o diretor do Deral, Francisco Simioni, com a desvalorização do real frente ao dólar, os países da Europa, América do Norte e Oriente Médio passaram a ser grandes consumidores de produtos do agronegócio paranaense: “Isso reflete o grau de especialização, inovação e capacidade de agregação e valor conquistado pela cadeia produtiva”.
A tendência é que o volume de embarques continue crescendo, aproveitando a vantagem comparativa do dólar.
O economista Marcelo Garrido, chefe da conjuntura do Deral e autor do levantamento, explica que dos US$ 3,88 bilhões em receita de exportações do agronegócio que ingressaram no Paraná, cerca de US$ 1,84 bilhão (61,2%) foram oriundos do complexo soja. No mesmo período de 2015, essa participação foi um pouco menor, de 57,5%, comparou. No período, o volume exportado de soja registrou aumento de 74% em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado. Foram 3,95 milhões de toneladas neste ano, mais da metade do volume exportado em todo o ano de 2015 (que totalizou 7,8 milhões de toneladas).

Compartilhe este artigo