Obras de iluminação no Contorno Sul começaram nesta segunda dia 24

contorno-gazeta-do-bairro

O trânsito no Contorno Sul (BR-376) de Curitiba terá um fluxo de meia pista pelos próximos seis meses em alguns pontos, de acordo com o planejamento da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), do Governo do Estado. As obras de instalação do sistema de iluminação e dispositivos de segurança começaram às 9h desta segunda-feira (24), no Km 587, na interseção com a BR 277, no sentido CIC (Cidade Industrial de Curitiba).

Revezamento
Para tentar reduzir o impacto regional da realização da obra, a execução do projeto será por revezamento de lados. Wanderlei Marconi, representante da Marandel, explicou que, primeiramente a obra contempla o sentido Linha Verde.

cic 53-gazeta-do-bairro

Optamos em fazer primeiramente um lado todo, sentido BR-277-Linha Verde. Depois, retornamos do outro lado, pela pista Linha Verde-BR-277. Vai ser algo em torno de 1 quilômetro por semana porque ele vai se deslocando ao longo dos 10,7 quilômetros. A medida que vamos avançando, o fluxo vai ficando melhor, com todos os resultados positivos”, explica Wanderlei, em entrevista ao Portal Nosso Dia. A Marandel e a Engeluz são as duas empresas que formaram um consórcio para a execução da obra.
Conforme as instalações forem concluídas em cada trecho, as luzes serão ligadas. Além da iluminação no canteiro central, a obra prevê iluminação em LED nas vias marginais, em trechos de travessias e obras de arte ainda não iluminadas, e contempla, ainda, a instalação de dispositivos de segurança como sinalização, barreiras de concreto e defesas metálicas, buscando evitar o choque direto dos veículos em postes instalados em um eventual acidente.

- Publicidade -

Paciência x benefício
Até lá, é preciso paciência e atenção redobrada dos motoristas. “É aconselhável evitar o local e, caso isso não seja possível, redobrar a atenção. Serão seis meses de execução de uma obra extremamente necessária e que trará benefícios para toda a população”, disse o presidente da Comec, Gilson Santos.

Cronograma apresentado pela Comec, durante a reunião

foto comec-gazeta-do-bairro

Segundo o policial rodoviário federal José Hamilton de Farias, chefe-substituto da Delegacia de Colombo, os usuários terão o benefício e a segurança, em breve. “A gente pede que o usuário entenda o grande benefício que será essa obra. A gente sabe que, no primeiro momento, o trânsito vai ter uma lentidão, mas fluidez. Na sequência, a obra vai correr de uma maneira mais normalizada e logo veremos os benefícios”, garante o PRF ao Portal Nosso Dia.
Atualmente, o fluxo no Contorno Sul é de 60 mil veículos diariamente, com registro de 250 acidentes por ano. Entre as principais colisões: atropelamento noturno e batidas contra carros.

Compartilhe este artigo