O trabalho desenvolvido pelos administradores, gestores e todas as equipes das Regionais de Curitiba é muito natural, pois faz parte de uma realidade que a gente sabe que existe. Mas, até onde sabemos porque e para que estão ali. São pessoas indo de um local para outro, atendendo aqui e ali. A gente encontra eles na rua, no escritório, ouvindo reclamações, visitando moradores, andando pelas vilas, pelas mais diversas comunidades, mas nem sempre conseguimos ver com clareza como este trabalho é desenvolvido. Ou quais são suas funções

Mesmo sabendo que não vamos entender exatamente tudo que é feito, este mês a Gazeta do Bairro fez uma entrevista com o Coordenador de Assuntos Comunitários da Rua da Cidadania do Bairro Novo, o amigo Romar Antonio de Oliveira.

Mesmo sendo um ano um tanto atípico, onde a equipe teve de se manter também no apoio e suporte aos profissionais de saúde para organizar e até mesmo auxiliar para o bom andamento e fluxo do sistema de vacinação na região. 

Ao mesmo tempo, se manteve no trabalho rotineiro de atendimento às solicitações de obras, limpeza e outros que chegam através do 156 ou mesmo diretamente na Reginal.

O trabalho de ouvir os curitibanos para o Fala Curitiba, organizar e encaminhar as demandas também foi desenvolvido ao mesmo tempo em que acompanhavam a organização de eventos como a decoração do Lago Azul e bela Cantata de Natal deste ano.

Ainda dentro do trabalho do dia a dia, atendendo as demandas e atribuições gerais da Regional a equipe de Romar garantiu a distribuição das 500 mudas mês e promoveu o plantio de árvores na região para atender ao projeto do prefeito Rafael Greca de atingir 100 mil novas árvores na cidade até o final de 2021

Ecopontos

Mais discreto, mas fundamental, o serviço de limpeza desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente, também é solicitado e acompanhado, assim como a remoção de entulho em diversos pontos onde irresponsáveis continuam depositando lixo e detritos, mesmo contando com o sistema de coleta oficial que sistematicamente recolhe tudo passando na frente a casa de cada morador. E um detalhe interessante, até mesmo junto a alguns moradores de rua que vão juntando entulhos em seus abrigos improvisados é necessário a intervenção para evitar o acúmulo de lixo.

Existe na regional, dois locais específicos, chamados de Ecopontos instalados exatamente para receber detritos e entulhos: um próximo a trincheira da Vila Osternack e outro na Vila Novo Horizonte ao lado do Sambaqui.

Suporte a Obras

Mesmo com uma equipe responsável pela área técnica, sob o comando de James Mauricio Schade, os gestores públicos acompanham estes trabalhos visando atender os moradores e lideranças. São as grandes obras e também os serviços de manutenção de vias públicas como as ações de asfalto sobre saibro que se concentraram este ano no Bairro Umbará e a complexa rotatória na Estrada do Ganchinho, ao lado da trincheira sob o Contorno leste que liga o Sítio Cercado ao Ganchinho e ao Umbará.

Equipe

De maneira bem resumida mostramos um pouco da maneira como atua a equipe de Assuntos Comunitários da Regional Bairro Novo que é chefiada pelo Administrador Regional Fernando Wernek Bonfim que tem ao seu lado como Chefe de Gabinete, a

Michele Cristina de Oliveira Leme, como Coordenadora de Atendimento, a Luci Terezinha de Gouveia. Na coordenação técnica James Mauricio Schade e Romar com os Assuntos Comunitários.