Governador Ratinho Junior divulga edital de privatização de escolas públicas no Paraná

ratinho-gazeta-do-bairro

Aliado do presidente cessante Jair Bolsonaro (PL), o governador reeleito do Paraná, Ratinho Junior (PSD), anunciou a privatização de 27 escolas da rede pública estadual. O modelo pode ser adotado em âmbito nacional, caso do atual inquilino do Palácio do Planalto se reeleja no segundo turno deste domingo (30/10).
O governo do Paraná justificou essa privatização, a partir de janeiro de 2023, alegando se tratar de “projeto piloto” para estabelecimentos que tiveram baixo desempenho no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).
Pelo projeto de privatização de Ratinho Junior, professores PSS [contrato temporário] serão terceirizados, assim como a gestão administrativa, financeira e pedagógica das unidades escolares.
O edital do governo privatista de Ratinho Junior prevê consulta à comunidade escolar até dia 29 de novembro próximo.
O esquema prenuncia a terceirização completa para a iniciativa privada das escolas da rede pública estadual com aporte financeiro do tesouro, isto é, dos contribuintes paranaenses.
Não haverá processo licitatório e os requisitos do edital sugerem um jogo de cartas marcadas para beneficiar um grupo seleto que cumpre os critérios, segundo a APP-Sindicato, que representa cerca de 100 mil trabalhadores na educação do Paraná.

Compartilhe este artigo
adbanner