Buck Rogers foi lançada em 1929, no mesmo dia que Tarzan, é conhecida como a primeira tira de ficção científica dos quadrinhos. Adaptado de uma novela de Philip Nowlan, Buck é um piloto da Primeira Guerra Mundial que ao ser exposto a gases desconhecidos entra em hibernação e acorda cinco séculos depois, num mundo evoluído tecnologicamente e envolvido em muitas guerras e batalhas. Primeiro contra os mongóis que dominaram a América, depois contra tigres marcianos, quando o cenário mudou pro espaço.


A história apresentou todas as nuances de aventura fantástica, protagonistas, coadjuvantes, antagonistas. Junto a Nowlan, trabalhava uma equipe de escritores versados em ciências, que forneciam os roteiros ao desenhista Dick Calkins. O personagem se tornou uma espécie de metonímia da época para denominar a ficção científica, gênero que se expandiu rapidamente nos quadrinhos a partir da tira. Escritores famosos foram inspirados pelo trabalho de Calkins.


A tira foi descontinuada em 1967, principalmente pela maior qualidade artística de obras que surgiram numa espécie de plágio, como foi o caso de Flash Gordon de 1934. O herói foi pouco lembrado em republicações e coletâneas. Em outras mídias teve revista em quadrinhos nos anos 1940, novela radiofônica e um seriado televisivo no rastro de Star Wars. Com o sucesso do seriado, uma revista em quadrinhos com artistas de qualidade foi lançada em 1979 e durou quatro anos.