Reduzindo esforços para aumentar produtividade

O Carnaval passou em um piscar de olhos e fevereiro já está em andamento. Você lembra das suas metas para 2020? Com o aumento das demandas diárias, muitas vezes fica difícil ter visibilidade daquelas promessas. Será que você prometeu demais?

Ao escrever este artigo, lembro da minha meta principal: alcançar um melhor equilíbrio entre trabalho, estudo, lazer e tempo livre. No entanto, percebo que muitos dos meus objetivos acabam criando muitas tarefas e, muitas vezes, atrapalhando.

O movimento de tentar resolver várias coisas ao mesmo tempo pode nos levar a uma espiral de negatividade e desperdício de vida. A verdade é que não fomos feitos para executar mais de uma tarefa por vez. Nossa capacidade máxima é alternar entre atividades, mas nunca executar tudo com a mesma qualidade.

- Publicidade -

O multitasking pode ter um impacto severo em nossa saúde mental e física. Ficamos mais cansados, a memória falha e a qualidade do que realizamos sofre. Além disso, a prática pode se tornar um vício e colocar vidas em risco, como ao usar o celular ao volante.

Tentar fazer muitas coisas ao mesmo tempo nos deixa menos focados e gera malefícios emocionais. Isso pode causar stress crônico e uma perda significativa da capacidade de discernir o que é realmente urgente.

Apesar de o avanço tecnológico ter enfatizado o multitasking, estamos quebrando esses paradigmas. Há um movimento em direção ao minimalismo digital, ao “detox” das mídias sociais e ao aumento do singletasking.

O singletasking não é algo utópico e inalcançável, mas um movimento cuja eficiência já é endossada por experts. O estado de fluxo, ou “flow state”, pode levar a uma maior satisfação pessoal.

Em um mundo onde tudo compete pela nossa atenção, o singletasking vem como uma mudança de comportamento e uma busca por ferramentas que funcionem para nós. O luxo de fazer menos e focar em menos coisas será sinônimo de sucesso.

Concluindo, o singletasking pode nos ajudar a alcançar nossas metas de forma mais eficiente e saudável. Encontrar um equilíbrio entre nossas demandas diárias e nossas metas a longo prazo é fundamental para nossa saúde mental e física. Lembre-se, menos é mais.

- Publicidade -

Acompanhe mais dicas de Gestão e Liderança aqui na gazetadobairro

Compartilhe este artigo
adbanner