Estresse

mulher estresse-gazeta-do-bairro

O estresse pode fazer mais mal do que você imagina. O efeito dele pode aparecer nas unhas, na pele e até nos cabelos.
As unhas, por exemplo, podem ficar fracas ou até com aspecto ruim, no caso de pessoas que desenvolvem o hábito nervoso de morder ou roer suas unhas.
Outro hábito são as pessoas que esfregam os dedos sobre sua unha do polegar, o que pode criar um sulco em toda a unha. Este atrito provoca uma distorção da placa ungueal, e quando a unha cresce, uma crista levantada é formada no meio da unha. Unhas quebradiças ou descascando também são um efeito colateral comum de estresse.
Quando alguém está sob estresse, o cabelo pode começar a cair. A perda de cabelo pode ocorrer até três meses após um evento estressante. Após a queda de cabelo inicial, o cabelo cresce geralmente em seis a nove meses.
A perda de cabelo é uma resposta normal ao estresse, mas os pacientes devem consultar um dermatologista para uma avaliação adequada para descartar outras causas médicas.
É recomendável também evitar dietas restritas e sem orientação médica, pois a alimentação inadequada e o emagrecimento extremo ou rápido podem também resultar na perda de cabelo.

Compartilhe este artigo