No princípio Deus criou o Céu e a Terra. (Gên, 1,1)

Para Deus – A Grande Vida – A Suprema Sabedoria – não existe o que se chama “Princípio”. Poderia haver “Fim”, porém, como não existe princípio não existe fim também. O que aqui é dito princípio refere-se ao UM. O ideograma UM do oriental lê-se também princípio. UM é o número que se torna a base a partir da qual se desenvolvem todas as coisas. Não é o um relativo ao dois, é o UM GLOBAL resultante da unificação de todas as coisas. Se não existisse este UM, nada deste mundo poderia sub existir. Existindo primeiramente o UM é que pode vir a seguir o Dois. Existindo o UM GLOBAL é que forma a seguir o par. Existindo o absoluto é que se forma a seguir o relativo. Este UM GLOBAL ABSOLUTO é aqui chamado “Princípio”. Em suma, existe um princípio único, a realidade absoluta, e deste princípio único absoluto é que partiram todas as coisas. Originariamente, porque é o absoluto, tanto DEUS como o HOMEM, como o EU, como o OUTRO, como todas as criaturas, são UM. É incorrer em erro pensar-se que são seres separados uns dos outros. Originariamente todos se ligam em UM. Portanto, dizer-se ELE E O OUTRO SOMOS UM é a própria VERDADE.