Ideia nasceu de Luiz Fernando Bessa, empreendedor do setor financeiro,cuja experiência de  estudar  inglês fora do país rendeu benefícios para vida e carreira

O AFS, a mais antiga organização de intercâmbio para jovens do mundo, e o  Programa Bom Aluno, de incentivo a estudantes de baixa renda em Curitiba (PR), irão selecionar dois universitários, um do sexo feminino e outro masculino, para serem contemplados com bolsa integral para programa de férias de imersão em inglês em Cardiff, no País de Gales, em julho deste ano.  Inscrições podem ser feitas até 11 de março pelo link https://www.afs.org.br/programa-bom-aluno. Podem se inscrever universitários assistidos pelo Programa Bom Aluno de Curitiba e região circunvizinha, de instituições públicas e privadas, com idades de 16 a 18 anos, que atendam aos critérios do intercâmbio.

A primeira etapa de seleção levará em conta o desempenho escolar, a proficiência no inglês e o conteúdo de uma carta de intenção e de um  vídeo produzidos pelos candidatos. Na segunda fase, os estudantes serão avaliados em atividades desenvolvidas pelo AFS e em entrevista presencial  com banca composta por integrantes do AFS e do Bom Aluno  e pelo patrocinador e idealizador do programa, o empresário curitibano Luiz Fernando Bessa, 38 anos. Sócio de empresa do setor financeiro, Luiz Fernando irá subsidiar todos os custos do programa, que inclui passagens aéreas, hospedagem e estudos na escola do no País de Gales, onde os bolsistas, além de  novos conhecimentos e aprendizado do inglês, poderão ter contato com outras culturas. O resultado sai no dia 9 de abril.

A ideia de criação do programa partiu do empresário como uma forma, segundo ele, de retribuir à sociedade conquistas que a proficiência na língua inglesa proporcionou em sua vida pessoal e profissional. “Queria não apenas doar, mas participar de algo que somasse e tivesse a ver com a minha história. Fiz, então, uma retrospectiva em minha carreira e percebi que o fato de ser fluente no inglês foi decisivo para determinados momentos da minha vida e da minha empresa, então decidi proporcionar o mesmo para jovens carentes”, conta Bessa. 

 Disposto a patrocinar bolsas de inglês para estudantes de poucos recursos financeiros, a fim de que eles possam também ter esta ferramenta em sua vida e carreiras, Bessa  procurou o programa Bom Aluno – referência no Estado por transformar vidas de jovens de baixa renda e onde ele próprio foi professor de inglês há 20 anos – e o AFS, que abraçaram a ideia. Esta é primeira edição do programa e a ideia de Bessa é prosseguir com o apoio no próximo ano, além de congregar outros empresários a abraçarem a ideia.

Os dois estudantes selecionados irão estudar, inclusive, na mesma região que o empresário teve a oportunidade de frequentar no País de Gales, quando era adolescente. Coordenadora de Projetos Estratégicos e Captação de Recursos do AFS Intercultura Brasil, Bianca Mello destaca a importância do apoio de Bessa e convoca  outros empresários que desejam apoiar iniciativas como a dele. 

A gerente do programa Bom Aluno, Maria Isabel Grassi Dittert, também aplaude a iniciativa de Luiz Fernando.  “É de uma grandeza indiscutível, que vem ao encontro do que o Programa Bom Aluno professa, que é poder proporcionar ao outro aquilo que um dia lhe foi propiciado, numa corrente de desenvolvimento contínuo. Só conseguiremos construir um Brasil melhor se buscarmos uma educação de excelência, em todos os sentidos”, diz.

SOBRE O AFS

Com sede em Nova Iorque, presente em mais de 60 países e 105 anos de existência, o AFS – uma ONG sem fins lucrativos – está no Brasil desde 1956. Já enviou e recebeu cerca de 14 mil intercambistas, em parceria com cerca de 400 escolas. Hoje, conta com quase mil voluntários que formam a rede de atuação em mais de 100 cidades do Brasil, onde possibilitam a realização de programas e desenvolvem as atividades que apoiam as experiências interculturais de todos os envolvidos.

 O AFS é atualmente apoiado por 500 mil voluntários e 10 mil famílias hospedeiras ao redor do mundo. Em 2019, o AFS Intercultura Brasil, que faz parte da rede AFS Intercultural Programs, foi reconhecido com umas das 100 melhores ONGs do Brasil pelo Instituto Doar e a Rede Filantropia (https://melhores.org.br/em2019/)

Sobre o Programa Bom Aluno

O Bom Aluno é um Programa Social, fundado há 26 anos   por empresários de Curitiba, com o objetivo de apoiar bons alunos para que tenham um futuro melhor por meio de educação de excelência. Os estudantes são apoiados do 7º ano do Ensino Fundamenrtal até a conclusão do nível universitário. No contraturno escolar são implementados  cursos complementares, visando a inserção do aluno no mundo do trabalho de alto nível, além de desenvolvê-los nos aspectos de cidadania e solidariedade,  contribuindo para a construção de um Brasil melhor.   O Bom Aluno conta com parcerias na execução dos projetos e já impactou mais de 1 mil estudantes.  Hoje são quase 500 alunos formados no Brasil, que completaram  o ciclo de 12 anos de desenvolvimento. Os recursos para a manutenção do  programa vêm da iniciativa privada, pessoas físicas  e  ex -alunos formados , que integram a chamada “A Corrente do Bem”. 

MOMBAK COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA

Assessoras de imprensa:

Marli Assis  

[email protected] 

(31) 9 9977-0129  

Márcia Queirós

[email protected]

(31) 99914-1515