Emenda de Ducci é aprovada no relatório final da MP 712/16 de combate ao Aedes Egypt

luciano-gazeta-do-bairro

A emenda do deputado federal Luciano Ducci (PSB) que estabelece a distribuição da vacina da dengue nos postos de saúde foi aprovada pela comissão mista que analisa a Medida Provisória 712/16, de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, chikungunha e zika.
De acordo com Ducci, a medida apresentada pelo governo tratava apenas da entrada de agentes comunitários em imóveis abandonados e não tinha mais que cinco ou seis tópicos. “Ampliamos uma série de questões e incluímos a obrigatoriedade da distribuição da vacina no calendário de imunização do Sistema Único de Saúde – SUS. A medida ficou muito mais abrangente”, explicou.
Outras propostas foram incluídas no texto para o tratamento das sequelas neurológicas causadas pelas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Entre elas a licença maternidade de 180 dias no caso das mães de crianças com microcefalia causada pela zika.
O relatório segue agora para a votação nos plenários da Câmara e do Senado. “Espero que esse momento político não iniba as duas Casas de apreciarem o relatório e votar, porque a crise da saúde é muito maior do que a crise política”, disse Ducci.

Compartilhe este artigo