Tatuquara recebe sexto bosque da biodiversidade de Curitiba

Os moradores dos bairros pertencentes à administração regional do Tatuquara receberam do prefeito Gustavo Fruet na quarta-feira (8), o segundo Bosque de Conservação da Biodiversidade Urbana (BCBU) da região, que é o sexto bosque da cidade e o quinto desta gestão.

O BCBU Ordem possui uma área de mais de 47 mil metros quadrados e está localizado entre as ruas José Mulaski Gebert e Juarez Távora, na Regional Tatuquara. O bosque conta com espaço de estar, portal, parquinho, deck de madeira, iluminação e uma pista de caminhada com 1,4 mil metros de comprimento. Os BCBUs fazem parte do projeto Curitiba Mais Verde e estão sendo implantados com recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente. No BCBU Ordem foram investidos R$ 570 mil.

O operador de produção Emerson Fernando França, morador do bairro desde 1999, já estava a aproveitando a pista para corrida. “Aqui era  complicado. Tinha esgoto a céu aberto e as pessoas despejavam lixo. Agora é outra coisa. Está muito bom. Temos melhor iluminação, mais segurança e ronda da Guarda Municipal. A comunidade está muito contente com esta gestão. O bairro está recebendo muitos investimentos, está mais bonito e valorizado”.

“Além da conservação ambiental, essas áreas aliam convívio e lazer. Fizemos a iluminação com super postes, o que aumenta a segurança da comunidade. Tranformamos áreas que eram problemáticas em espaços seguros e de convívio para a comunidade”, observou o prefeito Gustavo Fruet.

“Contamos com o apoio da comunidade para manter e cuidar dessas áreas. A melhor maneira é utilizar o espaço e denunciar casos de vandalismo. A área não é da Prefeitura, este espaço é da comunidade”, disse o secretário municipal do Meio Ambiente, Renato Lima.

No mês passado, a Prefeitura de Curitiba inaugurou o BCBU Tatuquara. Localizado na Rua Conceição Maria Vieira da Rosa, o bosque tem área de 19.204 metros quadrados, com portal, iluminação, paisagismo, parquinho, cancha de mini-futebol, equipamentos de ginástica, rampas de acessibilidade e pista de caminhada.

Além do BCBU Ordem, Curitiba possui outras cinco unidades de conservação de biodiversidade urbana: Tatuquara; Renato Cardoso (Uberaba), Santa Paula (Santo Inácio), Mercúrio (Cajuru) e Vitória Régia (CIC).

Com a inauguração desses dois novos bosques, a Regional Tatuquara recebeu dez equipamentos recentemente, que fazem parte de um investimento de mais de R$ 200 milhões da atual gestão da Prefeitura nos últimos três anos e meio. “Os parques e bosques abertos nos últimos meses estão transformando a região, dando à população opções de lazer e segurança que antes não existiam na região sul da cidade”, salienta o administrador regional do Tatuquara, Edgar Hauber Junior.

Desde 2013, foram criadas em Curitiba três vezes mais áreas de conservação do que nas duas últimas décadas. Nos últimos três anos, as novas unidades de conservação quase 9 milhões de metros quadrados – entre 1993 e 2013 foram implantados 2,5 milhões de metros quadrados de áreas preservadas. São nove novas unidades, entre parques e bosques, localizados principalmente na região sul da cidade, conforme compromisso assumido pela atual gestão municipal em seu plano de governo.

Das unidades de conservação criadas na gestão do prefeito Gustavo Fruet, três são parques: Mané Garrincha, Guairacá (ambos na CIC) e Vista Alegre. Também foram criados o Bosque dos Mundiais e cinco Bosques de Conservação da Biodiversidade Urbana (BCBU). A Prefeitura também implantou a Reserva do Bugio – a maior Unidade de Conservação Integral de Curitiba e a maior em ambiente urbano do Brasil na categoria Refúgio de Vida Silvestre.

Estão em execução ainda o parque localizado na Rua Paulo Roberto Biscaia, no bairro Cidade Industrial de Curitiba, e outro próximo ao conjunto habitacional Rio Bonito.

Participaram do evento o administrador da Regional Tatuquara, Edgar Hauber Junior e o vereador Paulo Salamuni, além de lideranças da comunidade.

 

Fotos: Levy Ferreira – SMCS