A população do Campo de Santana irá ganhar uma área de preservação e lazer, com 238 mil metros quadrados, que entre outros equipamentos terá churrasqueiras, pista de skate e quadra poliesportiva. O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, assinou no 27 de outubro, a ordem de serviço para as obras do trecho 4 do Programa Rio Parque de Conservação Barigui. A assinatura foi no local da intervenção, na Rua General Luiz Carlos Pereira Tourinho. Com a ordem de serviço, as obras começam nos próximos dias, com conclusão prevista para o fim de 2016.
A obra, orçada em R$ 6,8 milhões, conta com recursos do Município e da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). O programa Rio Parque de Conservação Barigui prevê a implantação de áreas de preservação e de lazer ao longo do Rio Barigui a partir da integração dos conjuntos dos parques Tanguá, Tingui, Barigui, Cambuí, Guairacá, Mané Garrincha, Reserva do Bugio e de parques em implantação, como o da Rua Paulo Roberto Biscaia (terceira etapa). A integração de todas essas áreas vai criar um corredor de biodiversidade entre as diversas unidades de conservação.
Essa é a sétima unidade de conservação implantada na cidade nesta gestão. “Além da questão ambiental, outro fator muito importante é o benefício que a população terá, não somente pela área de lazer como também pela segurança nos dias de chuva. Neste ano tivemos o outubro mais chuvoso da cidade e não tivemos desabrigados por cheias nos rios. O papel do Parque de Conservação é este: preservar e conter as cheias”, disse Fruet.

O parque

A área terá quadra poliesportiva, canchas de futebol de areia, uma cancha de mini futebol, cancha de vôlei, academia ao ar livre, kits com equipamentos de ginástica, parquinhos infantis com equipamentos adaptados para crianças com dificuldades motoras, paraciclos, churrasqueiras, pista de skate com 1.100 metros quadrados, pista de compartilhada para pedestres e ciclistas, paisagismo com árvores nativas, deck e passarela em madeira para acesso ao Rio Barigui.
“Além de ser uma área de preservação ambiental, os parques de Curitiba têm essa multifunção: além de opção de lazer, auxiliam na qualidade da água, absorvem a água da chuva e fortalecem o ecossistema”, diz o secretário municipal do Meio Ambiente, Renato Lima. Ele ainda pede a união da comunidade local para preservar a área, que servia de depósito de lixo.