O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e a Recepta Biopharma firmaram um memorando de entendimentos para o desenvolvimento conjunto de medicamentos oncológicos inovadores. O acordo entre as duas empresas busca atender a uma nova orientação do Ministério da Saúde, para que o Brasil desenvolva tecnologias de ponta na área da saúde.

Os medicamentos que as duas instituições desenvolverão são anticorpos monoclonais imunomoduladores para o tratamento do câncer. São medicamentos imunoterápicos que estimulam as células do sistema imunológico dos pacientes a atuarem contra o tumor.

Segundo Fernando Perez, diretor-presidente da Recepta Biopharma, esses medicamentos são reconhecidos como um novo paradigma no tratamento do câncer e por sua natureza tem um potencial de eficácia numa ampla gama de indicações.

Esse programa deve ser apenas o início de uma colaboração com o Tecpar para o desenvolvimento de uma plataforma de produtos inovadores na área de saúde, avalia Perez. “Procuramos o Tecpar porque o instituto é referência na área de saúde e de desenvolvimento tecnológico. Estamos muito confiantes que com a nossa parceria poderemos atender importantes demandas do Sistema Único de Saúde”, diz Perez.

O diretor-presidente do Tecpar, Júlio C. Felix, afirma que a parceria visa à nova política do Ministério da Saúde, que busca estimular os laboratórios públicos oficiais brasileiros a firmarem parcerias não só com empresas que já tenham a tecnologia desenvolvida, mas com quem está realizando inovação na área da saúde.

“Essa aliança é estratégica para o Tecpar, que tem em seu DNA a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico. Vamos somar as competências das duas empresas para colocar no mercado uma solução inovadora com preços assimiláveis para o SUS”, destaca Felix.

Firmado o memorando de entendimentos, agora as duas instituições trabalharão para formular o modelo de negócios para o desenvolvimento dos novos medicamentos e para a apresentação do projeto ao Ministério da Saúde.

TECPAR – O Tecpar é uma empresa pública do Governo do Estado e tem 76 anos de atividade. Os negócios do instituto são divididos em quatro grandes unidades: Soluções Tecnológicas, para dar apoio às empresas que buscam inovar; Empreendedorismo Tecnológico Inovador, com suas incubadoras tecnológicas e com os parques tecnológicos, como o Parque Tecnológico da Saúde; Educação, com qualificação para o mercado privado e ainda com desenvolvimento de capacitações para servidores municipais de prefeituras paranaenses; e Indústria Farmacêutica e Biotecnológica, com desenvolvimento e produção de kits diagnósticos veterinários, vacina antirrábica e produção de medicamentos de alto valor agregado para a saúde pública brasileira.

O instituto foi escolhido pelo Ministério da Saúde para ser um dos fornecedores oficiais de medicamentos biológicos e hemoderivados, que serão produzidos nos próximos anos.

Além disso, o instituto atende demandas do Governo do Estado, sendo executor de projetos na área de energias renováveis e empreendedorismo tecnológico.

Saiba mais sobre o instituto em www.tecpar.br.

RECEPTA BIOPHARMA – A Recepta Biopharma é uma empresa brasileira de biotecnologia dedicada à pesquisa e ao desenvolvimento de novos fármacos – anticorpos monoclonais e peptídeos – para serem utilizados no tratamento do câncer.

Fundada em 2006, fruto de uma parceria entre empresários brasileiros com o Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (LCR), a Recepta tem tido o apoio de agências governamentais brasileiras por meio de investimentos de capital e concessão de bolsas.

Saiba mais sobre a empresa em www.receptabio.com.br.