O agricultor Osni da Silva, 53 anos, seis filhos, morador de Coronel Vivida, ganhou R$ 200 mil no sorteio do Nota Paraná de agosto, mês dos pais. “Fiquei muito contente. Saiu na hora que a gente precisava”, disse Osni da Silva, que planeja usar o dinheiro para comprar uma chácara.

O segundo maior prêmio, de R$ 120 mil, saiu para o empresário Paulo Cezar da Silva, 42 anos, de Umuarama, que tem cinco filhos. A técnica da qualidade em frigorífico Eliziane Pelentir, 33 anos, de Francisco Beltrão, recebeu o terceiro principal prêmio de agosto, no valor de R$ 80 mil.

Os prêmios dos três e de outros ganhadores do programa foram entregues pelo governador Beto Richa e pelo secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, na tarde desta quarta-feira (24), no Palácio Iguaçu. Foi o nono sorteio do Nota Paraná e, por ser agosto, mês dos pais, os principais prêmios foram multiplicados por quatro.

“Cada vez mais fico mais convencido do sucesso do programa Nota Paraná, que além de combater a sonegação, diminui a carga tributária beneficiando a população”, afirmou Richa. Ele lembrou que a medida faz parte do ajuste fiscal implantado pelo governo do Estado. “Com isso, o Paraná tem hoje uma situação financeira diferenciada do restante dos estados brasileiros”, disse.

CONTEMPLADOS – Osni da Silva entrou no programa em dezembro, quando um genro fez o cadastro dele. Em agosto, colocou o CPF em notas fiscais e concorreu com 34 bilhetes do programa.

Paulo Cezar da Silva considerou o prêmio um milagre. Ele participa do Nota Paraná desde o começo e agora quer sair do aluguel. “Esse dinheiro veio em boa hora. Alguns amigos diziam que o governo queria saber da minha vida, mas nunca desacreditei”, afirmou ele, que tinha nove bilhetes no sorteio.

Já Eliziane veio com o filho e o marido para receber o dinheiro. Ela começou a pedir CPF na nota, depois parou e só voltou a pedir quando viu que havia acumulado créditos do programa. “Parece mentira. Achei que era trote quando me ligaram”, disse ela, que tinha oito bilhetes e vai quitar o consórcio de sua casa.

SUCESSO – O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, disse que mais de 10 milhões de pessoas informaram o CPF na Nota. “É um programa que todo mundo ganha. Estamos satisfeitos com a evolução do Nota Paraná. Conseguimos aumentar a receita do estado combatendo a sonegação”, afirmou.

Hoje o Nota Paraná conta com 959 mil pessoas cadastradas. Com o programa, além de combater a sonegação e evitar a concorrência desleal, os contribuintes que pedem para colocar o CPF na nota referente às compras no varejo podem ser beneficiados de duas maneiras. Uma é com créditos referentes a parte dos impostos pagos pelos varejistas. A outra é por meio dos sorteios de 250 mil prêmios mensais.

Toda primeira compra do mês gera um bilhete, independentemente do valor. Depois, cada R$ 50 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período (o sorteio é realizado quatro meses depois). O mesmo CPF pode receber mais de um prêmio no sorteio.

Os prêmios principais do programa são de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil, mas em datas especiais, como o Natal, mês das mães, dos namorados, dos pais e das crianças, eles são multiplicados por quatro. Os outros prêmios têm valores menores, de R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 250 e R$ 1 mil.

TODOS OS MESES – O total de créditos liberados em agosto, referente às compras de maio/2016 foi R$ 24,75 milhões, sendo R$ 24,16 milhões para pessoas que pediram CPF na nota e R$ 595 mil para instituições sem fins lucrativos cadastradas no programa. Neste mês foram distribuídos R$ 3,14 milhões em prêmios.

Mensalmente o Nota Paraná sorteia 250 mil prêmios em dinheiro. Até agora foram sorteados 2,25 milhões de prêmios, que somam R$ 26,76 milhões. Além disso, os créditos concedidos já somam R$ 203,3 milhões. Ao todo, entre créditos e prêmios, foram disponibilizados R$ 230 milhões até agora aos participantes do programa.

INSTITUIÇÕES SOCIAIS – No mês de agosto, 573 entidades sociais receberam cerca de R$ 1,3 milhão em créditos e sorteios do programa. Somente o grupo dos hospitais do Nossa Senhora das Graças, que administra a maternidade Mater Dei, por exemplo, recebeu R$ 60 mil em dois meses. “É um valor expressivo que entra como receita. Nos não esperávamos esse valor extra e será muito útil. Com o programa, o Estado ajuda ainda a saúde do Paraná”, afirmou o diretor executivo do grupo, Flaviano Feu Ventorim. Ele também é presidente da Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná (Femipa).

As instituições sem fins lucrativos registradas no Nota Paraná participaram do sorteio. Elas fizeram cadastro, conseguiram doações de notas fiscais de compras do varejo e tiveram direito a parte do imposto pago pelos varejistas. Foram beneficiadas instituições de Saúde, Assistência Social, Defesa e Proteção Animal, Desportiva e Cultural.

VAN – Durante o evento, estava estacionada na frente do Palácio Iguaçu a unidade móvel do Programa Nota Paraná. A van, adesivada, será usada para que a equipe circule pelo Estado divulgando o programa e fazendo o cadastro de quem quiser participar dele. Os deputados estaduais Marcio Pauliki e Andre Bueno acompanharam a premiação.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br