Mesmo que isto possa ser iniciado em qualquer época do ano, a primavera é um momento especial para iniciar novos procedimentos estéticos dermatológicos visando tratar, por exemplo, olheiras, rugas ou flacidez, Neste momento a recuperação pode ser mais rápida.

Alertando para o fato de que a decisão mais importante para estes procedimentos é sempre seguir a orientação do dermatologista que é o especialista indicado para o diagnóstico de doenças da pele, cabelos e unhas.

Os procedimentos mais comuns nesta época do ano são: aplicação de toxina botulínica, preenchimento com ácido hialurônico, tratamentos a laser e a radiofrequência, além dos peelings, o microagulhamento e o ultrassom microfocado.

Qualquer procedimento precisa ser desenvolvido através de planejamento. Portanto levando em conta o tempo necessário para a recuperação da pele e também a época mais adequada para o procedimento. Um planejamento adequado garante resultados efetivos e seguros.

Aplicação da toxina botulínica para hiperidrose (suor excessivo) nas axilas, mãos ou pés também são indicados para este período do ano.

É fundamental seguir orientações de profissionais como lembra a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) ao mesmo tempo em que destaca os passos básicos para cuidar da pele: limpar, tratar e proteger.

A dermatologista Sylvia Ypiranga destaca que “não existe uma idade ideal para começar a cuidar da pele nem regra de tratamento para cada idade, mas de um modo geral, a partir dos 25 anos, medidas preventivas devem ser adotadas, usando produtos especializados para cuidados com a saúde da pele, além de tratamentos dermatológicos que induzem a produção de colágeno e reparam danos solares”.

Para finalizar o alerta da SBD: “Realizar uma visita ao consultório ou na clínica onde o procedimento será realizado, prestando a atenção aos detalhes, é um bom meio de saber se o local escolhido terá a estrutura e a segurança necessárias para iniciar o tratamento”.

Encontre um dermatologista associado à

SBD: http://www.sbd.org.br/associados/