Inscrições vão até 05 de março e organização oferece aulas de teatro, fotografia e música, além de atividades esportivas e pedagógicas

O Instituto Incanto inicia o ano de 2022 com a abertura de matrículas para novos alunos e vagas para voluntários. O foco são crianças e adolescentes em vulnerabilidade social que queiram participar dos projetos sociais do Instituto. As inscrições vão até o dia 05 de março e a previsão é que as aulas iniciem no mesmo mês. Com inscrições gratuitas, mais de 200 crianças terão direito entre três e dez oficinas por semana. 

O Incanto oferece no Centro Cultural, inaugurado em 2021, oficinas de dança, teatro, circo, artes visuais, poesia, fotografia e produção audiovisual, violão, percussão, instrumentos de Corda & Sopro, canto/coral, mixagem e novas tecnologias (robótica, eletrônica e programação), além de aulas de futebol, muay thai e inglês. 

- Publicidade -

Por meio de aulas artísticas e culturais, o Incanto tem por objetivo transformar, educar e levar esperança a esse público muitas vezes esquecido, como explica a presidente e fundadora do Instituto, Camila Casagrande. “A expectativa é que a gente consiga atender até 260 crianças até o final do ano, considerando também o início das companhias de dança, teatro, coral, além das aulas regulares”.

O desenvolvimento das crianças como indivíduos é uma prioridade, por isso, a equipe de Psicosocial desenvolve atividades pedagógicas fixas com as crianças e adolescentes, onde os temas como Direitos Humanos, Diversidade, Empoderamento e Auto Conhecimento, Violências, Ecologia e respeito ao ambiente são tratados. 

Atualmente, o Instituto conta com cerca de 155 voluntários ativos e já impacta a vida de 510 crianças e adolescentes por meio de 17 ONG´s parceiras distribuídas em 11 comunidades diferentes em Curitiba e região metropolitana. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (41) 9 9945-4942. 

Captação de voluntários

Além das vagas abertas para crianças e adolescentes, o Instituto Incanto está precisando de voluntários para atuar em diversos projetos da organização. Os voluntários do Incanto são divididos em três grupos: voluntários professores (grupo composto por profissionais que possuem experiência ou formação nas modalidades das aulas  – dança, canto, teatro, percussão, poesia, novas tecnologias, esportes e etc.); voluntários de gestão (composto por pessoas que atuam na área administrativa, possuem formações e experiências diversas como psicologia, pedagogia, gestão de pessoas, RH, administrativo, suporte, eventos, marketing, assistência social, engenharia, urbanismo, entre outras); e voluntários pontuais, grupo que auxilia em ações, campanhas ou eventos promovidos pelo Instituto.

A carga horária dos voluntários professores e de gestão varia entre 04 e 08 horas semanais, de acordo com a área de atuação e a disponibilidade de cada pessoa. “Os voluntários, além de agregarem na troca de conhecimento entre as pessoas que atuam no Incanto, são principalmente uma forma de mudarmos a realidade e levar conhecimento para ainda mais crianças das comunidades que atendemos. Sendo assim, quanto mais voluntários recrutamos melhor será o atendimento que oferecemos às crianças atendidas, seus familiares e os moradores das comunidades. Nós temos parceria com ONGs em diversos bairros de Curitiba, fazendo com que nossas ações alcancem ainda mais pessoas”, explica a psicóloga e Líder de Gestão de Pessoas do Incanto, Giovanna Natalini.

- Publicidade -

Os interessados em fazer parte dos projetos, de forma voluntária ou por meio de doações em dinheiro ou materiais, podem entrar em contato pelo e-mail ou telefone. Mais informações, acesse https://www.institutoincanto.org.br.  

Sobre o Instituto Incanto 

Desde 2017, o Instituto Incanto impactou a vida de mais de 510 crianças e adolescentes, em vulnerabilidade social, por meio da arte e da cultura com ferramentas de humanização e desenvolvimento, com aulas de dança, teatro, música, circo, artes visuais, cultura e tecnologia. Antes, em 2008, o Instituto já nascia por meio do Grupo de Dança Senses, do qual a fundadora do Incanto, Camila Casagrande, era coreógrafa. Muitos dos alunos deste grupo se tornaram multiplicadores e hoje são voluntários do Instituto. Com a participação dos voluntários, o Instituto Incanto gerencia voluntários professores para executarem as aulas regulares no Centro Cultural e também em outras organizações e associações parceiras em Curitiba e Região Metropolitana. Além disso, o Instituto possui diversos projetos que estão em vias de captação de recursos pela Lei Rouanet e necessita permanentemente de doações.