O Teatro Guaíra inicia na próxima sexta (22/10, ao meio-dia) o projeto ?Parques e Praças?, com apresentações de dança semanais em pontos turísticos de Curitiba. – Curitiba, 19/10/2021 – Foto: Maringas Maciel/Teatro Guaíra© Maringas Maciel/Teatro Guaíra

O Teatro Guaíra inicia nesta sexta-feira (22), ao meio-dia, o projeto “Parques e Praças”, com apresentações de dança semanais em pontos turísticos de Curitiba. O primeiro espetáculo será a obra “Valsa de Apartamento”, do Balé, dançada na Praça Rui Barbosa.

O projeto tem o objetivo de levar espetáculos culturais a um público amplo de forma segura, considerando o cenário de controle da pandemia e ampla vacinação. Com as atividades virtuais desenvolvidas no primeiro semestre de 2021, o Teatro Guaíra chegou a mais de 600 mil paranaenses. O “Parques e Praças” é uma forma de agradecer a esses espectadores online e retomar a presença física do público com segurança.

A ação é uma parceria da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura, Centro Cultural Teatro Guaíra, PalcoParaná e Prefeitura de Curitiba. 

Programação:

Dia 22 de outubro (sexta-feira), Praça Rui Barbosa, ao meio-dia: Balé Teatro Guaíra apresenta “Valsa de Apartamento”;

Dia 29 de outubro (sexta-feira), Praça Tiradentes, às 15h: Escola de Dança Teatro Guaíra apresenta trechos de “O Quebra-Nozes”, “La Fille mal gardée”, “Esmeralda” e repertório contemporâneo;

Dia 6 de novembro (sábado), Parque Tanguá, às 15h: Balé Teatro Guaíra apresenta “Carmen”;

Dia 12 de novembro (sexta-feira), Praça Generoso Marques, às 15h: Balé Teatro Guaíra apresenta “Caixa de Cores”;

Dia 20 de novembro (sábado), Parque São Lourenço, às 15h: Escola de Dança Teatro Guaíra apresenta trechos de “O Lago dos Cisnes”, “Princesa Florine” e repertório contemporâneo;

Dia 26 de novembro (sexta-feira), Praça Santos Andrade, às 15h: Escola de Dança Teatro Guaíra apresenta trechos de “O Quebra-Nozes”, “Giselle” e repertório contemporâneo;

Dia 4 de dezembro (sábado), Museu Oscar Niemeyer, às 15h: G2 Cia. de Dança apresenta repertório contemporâneo.