Desde 2021, na Ceasa Curitiba, vem sendo desenvolvido o projeto Páscoa Solidária, quando o programa Banco de Alimentos – Comida Boa, da Ceasa Paraná, e o Departamento de Policial Penal (Deppen), promoveram curso para apenadas e apenados que trabalham no local. Foram também realizadas ações similares junto ao Banco de Alimentos das Ceasas de Londrina e Maringá, com o objetivo de ampliar ainda mais o escopo do atendimento.


Agora, além dos trabalhadores do Banco de Alimentos, o Capacita vai alcançar outras entidades, organizações socioassistenciais sem fins lucrativos e famílias cadastradas na Ceasa. “O Capacita Mais Paraná tem a finalidade de preparar famílias, pessoas em vulnerabilidade social e econômica, dando a elas mais conhecimentos sobre o reaproveitamento e o preparo de alimentos básicos, além de informações relacionadas à segurança alimentar”, disse Luciana Sato Massa, presidente do Conselho de Ação Solidária e primeira-dama do Paraná.


Consumo de produtos orgânicos “por assinatura” estimula produtores e consumidores
Para o secretário de Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, capacitar significa oferecer e melhorar habilidades: “Desde o primeiro momento em que nos foi apresentada essa proposta consideramos viável a sua execução, nos auxiliando dentro das políticas do Estado nas questões ligadas à segurança alimentar”.
No mesmo evento foram entregues os certificados de conclusão de dois cursos de Panificação para 24 pessoas de 15 entidades e famílias cadastradas junto ao programa Banco de Alimentos da Ceasa Curitiba. As aulas teóricas e práticas e o processamento de alimentos são realizados na Cozinha Industrial do Banco de Alimentos. Participaram dos dois cursos na Ceasa Curitiba representantes das associações de Catadores de Materiais Recicláveis Parceiros do Meio Ambiente; de Acolhimento Rancho dos Profetas; Amor e Movimento – Amovi; da Mandiritubense de Amigos dos Idosos; Hospital São Julian; Comunidades Terapêuticas Nossa Senhora do Perpétuo do Socorro; Valentes de Davi; famílias atendidas no Banco de Alimentos – Comunidades; Deppen – Equipe Cozinha Industrial; Legião da Boa Vontade – LBV; Instituto Mães de Misericórdia Servas dos Pobres; Passos da Criança; e Apae de Pinhais.