Hoje vamos trazer um pouco da história de um dos empresários que se destaca aqui em nossa região. Vamos falar do proprietário do Escapamentos Tedesco. O catarinense Antoninho Tedesco chegou em Curitiba aos 18 anos de idade e logo que se instalou aqui já correu atrás de trabalho, iniciando como cobrador do transporte coletivo da capital paranaense. 

Dali foi para o restaurante do tio onde acabou adquirindo o estabelecimento. Muito trabalho, uma rotina corrida e exaustiva, sem um resultado satisfatório e a constante preocupação com o desperdício de alimentos que muitas vezes acabava gerando prejuízo. 

Sempre em busca de melhorias e do seu desenvolvimento, Toninho resolveu mudar. Em  1994 partiu para o mundo automotivo abrindo sua oficina e loja de escapamentos no Pinheirinho.

Assim começou a Escapamentos Tedesco. Uma curiosidade é que a loja ficava ao lado do restaurante o que favoreceu o negócio e em conhecimento do ramo, mas curioso e dedicado foi buscando informações junto a fornecedores e aos próprios clientes no dia-a-dia enquanto se mantinha firme no trabalho. Sempre que possível, lá estava ele fazendo cursos ligados ao setor de escapamentos como: Wist, Vanzin, Sicap, Mastra, marcas originais que buscam dar sempre o melhor suporte aos distribuidores.

Hoje, já se acumula 27 anos de experiência, onde dedicou com todo afinco, tendo como maior reclamação a dificuldade em trabalhar com funcionário indisciplinado. Mas em sua persistência e determinação nunca permitiu que isto afetasse seus negócios. O negócio prosperou e chegou a duas lojas: a matriz onde trabalha e a filial no onde o primo, Tedesco administra e tem seus fiéis clientes desde que abriu a loja.

Sobre o motivo que conseguiu desenvolver sua empresa ao longo deste tempo fala com determinação: “Para ter sucesso é preciso saber administrar o seu negócio e ser honesto”.

Foi com esta determinação que se prepara para voltar a sua terra natal, deixando a empresa que construiu e consolidou ao longo de sua vida para seu único filho, Hentoni Tedesco, que desde os 11 anos está ali ao seu lado, aprendendo e participando do negócio do pai, Estudante de Arquitetura durante três anos, não tava realizado, decidiu que sua vocação de verdade é ficar ao lado do pai, onde já está preparado para assumir toda a responsabilidade para deixar o pai descansar voltando às suas origens em Santa Catarina.

Diante do sucesso dos negócios, Tedesco afirma estar realizado; É preciso fazer por merecer, tratar bem o cliente que ele volta e que o melhor comercial ainda é boca boca, o cliente satisfeito e agradecido pelo serviço bem feito..

Entre suas lições ele encerrou a entrevista lembrando que “ter dinheiro pra comprar e vontade não basta; ter um bom estoque pode ser importante, assim como comprar direto da distribuidora, mas o fundamental mesmo é saber negociar e acima de tudo, fazer as coisas com critério e responsabilidade sem correr o risco de ficar dependendo dos outros,, concluiu.

Tedesco afirma gosta de estar sempre na ativa aprendendo coisas novas e que assim que se aposentar, volta pra terra natal, onde ainda pretende viver do jeito que gosta e também se dedicar a cuidar de seus pais idosos.

Texto: Marcos Alexander de Araújo