Por que a Lei Áurea é chamada assim? Entenda a narrativa histórica que apagou o protagonismo negro na luta abolicionista. Curiosidades.

Sessão do Senado na ocasião da aprovação da Lei Áurea.

Por que a Lei Áurea se chama “áurea”?

Acesse o link para entender por que a Lei Áurea recebeu esse nome. Entenda a narrativa histórica que procurou apagar o protagonismo negro da luta abolicionista.

Curiosidades

A Lei Áurea, que marcou o fim da escravidão no Brasil, recebeu esse nome por uma razão específica. O termo “áurea” remete à cor dourada, representando a suposta “liberdade” concedida aos escravizados. No entanto, é importante compreender que essa denominação é carregada de simbolismo e intenções políticas.

A narrativa histórica que envolve a Lei Áurea busca apagar o protagonismo negro na luta abolicionista. Ao nomear a lei como “áurea”, tentou-se criar uma imagem de generosidade e benevolência por parte da princesa Isabel, responsável pela assinatura do documento. Essa estratégia visava desviar o foco das verdadeiras forças e movimentos sociais que atuaram na conquista da liberdade.

É fundamental reconhecer que a abolição da escravidão foi resultado de uma longa e árdua luta dos negros e negras escravizados, que resistiram e se organizaram para conquistar seus direitos. O nome “áurea” atribuído à lei é uma tentativa de minimizar a importância desses protagonistas e de perpetuar uma visão distorcida da história.

Portanto, é necessário desconstruir essa narrativa e resgatar a verdadeira história da luta abolicionista no Brasil. Reconhecer o protagonismo negro nesse processo é fundamental para valorizar a resistência e a luta por liberdade e igualdade. Acesse o site gazetadobairro.com.br para obter mais informações sobre esse tema e ampliar seu conhecimento histórico.

Lembre de compartilhar este post.

Acompanhe mais Notícias de Curitiba, Notícias do seu bairro e Curiosidades aqui na gazetadobairro

Fonte: Brasil Escola

Compartilhe este artigo

WhatsApp

Sair da versão mobile