Campanha em Curitiba valoriza a terceira idade e incentiva o aproveitamento da cidade ao lado da família

Campanha em Curitiba busca a valorização da pessoa idosa

O Conselho Municipal da Pessoa Idosa (CMDPI), a Prefeitura de Curitiba e a Fundação de Ação Social (FAS) lançam campanha de valorização dos idosos

O Conselho Municipal da Pessoa Idosa (CMDPI), em parceria com a Prefeitura de Curitiba e a Fundação de Ação Social (FAS), está promovendo uma campanha de comunicação para homenagear as pessoas idosas da cidade. O objetivo é mostrar que em Curitiba, curtir a idade é também aproveitar a cidade ao lado da família.

A campanha pode ser vista nos pontos e TVs dos ônibus, nas rádios e nas redes sociais. O material publicitário traz pessoas idosas reais que aproveitam Curitiba de várias maneiras. Uma delas é Dirce Petersen, 85 anos, que posou para a campanha ao lado do bisneto Tomaz, 6 anos. Dirce gosta de passear no Parque Cambuí, que fica no Fazendinha, bairro onde mora.

Além dos passeios nos parques da cidade, Dirce aproveita as atividades oferecidas pelo Centro de Convivência para Pessoas Idosas Divina Misericórdia (Cecopi), na CIC, que possui parceria com a FAS para o desenvolvimento do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Ela participa de ginástica, ioga, atividades de memória, aulas de dança e até mesmo do bailinho.

Valorização dos idosos de Curitiba

A presidente do CMDPI, Roberta Cristina Pivatto Borges, destaca que essa campanha é parte de uma ação maior que busca a valorização dos idosos de Curitiba. A ação começou em 15 de junho, no Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, e terá mais três etapas em setembro e outubro.

A FAS é responsável pelo atendimento às pessoas idosas em situação de risco e vulnerabilidade social em Curitiba. A instituição oferece serviços de apoio, orientação, acompanhamento e acolhimento para essa população. Além disso, a FAS integra a Rede de Atenção e Proteção às Pessoas em Situação de Risco para a Violência, juntamente com as secretarias municipais e estaduais da Educação e da Saúde e o Conselho Tutelar.

Os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) são locais onde a população idosa encontra serviços que promovem o acesso a direitos e contribuem para a melhoria da qualidade de vida. Entre os serviços oferecidos estão o de proteção e atendimento às famílias (Paif), o de fortalecimento de vínculos (SCFV) e o atendimento em domicílio.

Atualmente, 2.203 pessoas com 60 anos ou mais participam de 171 grupos de convivência nas dez regionais da cidade. Além dos Cras, as atividades são realizadas nos Centros de Atividades para a Pessoa Idosa (Catis) e em espaços parceiros. Esses grupos proporcionam a socialização dos idosos, orientações sobre direitos, fortalecimento de laços de convivência e vínculos com a família e a comunidade. As atividades são elaboradas de acordo com os interesses dos participantes.

A campanha de valorização dos idosos de Curitiba é uma iniciativa importante para reconhecer e valorizar essa parcela da população. Aproveite para conferir as Notícias de Curitiba e Região na Gazeta do Bairro.

Acompanhe mais notícias de curitiba e região aqui na Gazeta do Bairro

Notícias dos Bairros Curitiba

Fonte: cgn.inf.br

Compartilhe este artigo

WhatsApp

Sair da versão mobile