Adoçantes

adocante stevia gazeta do bairro
adocante stevia gazeta do bairro

Adoçante é o nome dado às substâncias, sejam naturais ou sintéticas, que proporcionam um gosto doce aos alimentos. Um exemplo de adoçante natural é o mel, produzido pelas abelhas, enquanto a sucralose e a sacarina são exemplos de adoçantes não nutritivos.

Existem dois tipos de adoçantes: nutritivos e não nutritivos. Os adoçantes nutritivos, como a sacarose e o mel, adoçam o alimento e fornecem calorias ao organismo. Já os adoçantes não nutritivos, como a sucralose e o aspartame, adoçam os alimentos, mas não são utilizados pelo organismo para obtenção de energia.

Além dos adoçantes naturais, como o mel, também existem os adoçantes artificiais, como a sucralose e o aspartame.

Recentemente, a OMS desaconselhou o uso de adoçantes sem adição de açúcar com a finalidade de reduzir o peso.

Veja os adoçantes que causam câncer.

Os adoçantes têm sido utilizados ao longo da história para substituir o açúcar, especialmente por pessoas que desejam controlar a ingestão calórica. Enquanto o mel é um adoçante natural, obtido de fonte animal, a sacarose (açúcar) é um adoçante natural de origem vegetal, derivado da cana-de-açúcar ou da beterraba.

Outro adoçante natural é o xarope de ágave, extraído da planta Agave tequilana. Ele contém nutrientes antioxidantes benéficos para a saúde cardiovascular.

A estévia, por sua vez, é um adoçante produzido a partir da planta Stevia rebaudiana, apresentando poder adoçante cerca de 300 vezes maior que a sacarose. É utilizada como alternativa natural para o controle de diabetes.

Os adoçantes artificiais são recomendados para pessoas que têm restrições em sua dieta, como os diabéticos. Um exemplo é o aspartame, um adoçante descoberto em 1965 e que é amplamente utilizado em produtos ao redor do mundo. Apesar de fornecer 4 kcal/g, sua doçura é alcançada com baixas quantidades, sendo cerca de 200 vezes mais doce que a sacarose. É importante ressaltar que o aspartame não deve ser utilizado por pessoas com fenilcetonúria, uma doença genética relacionada ao metabolismo do aminoácido.

Fonte: Brasil Escola

Acompanhe mais Notícias de Curitiba, Notícias do seu bairro e Curiosidades aqui na gazetadobairro.

Compartilhe este artigo

WhatsApp

Sair da versão mobile