Estão abertas até o dia 16 de novembro as inscrições para a 7ª edição do Prêmio Nacional de Inovação. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) irão premiar as melhores práticas de inovação de empresas de todos os portes e de ecossistemas de inovação. As inscrições poderão ser realizadas por meio do site do Prêmio. O Prêmio é uma iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), com patrocínio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep.

O Prêmio Nacional de Inovação destina-se às empresas industriais, aos pequenos negócios de todos os setores e aos ecossistemas de inovação de todo o território nacional. As empresas irão concorrer nas categorias de Inovação em Produto, Processo, Sustentabilidade e Gestão da Inovação. O Prêmio conta ainda com uma categoria para reconhecer os ecossistemas de inovação. Além desses grupos, as empresas concorrem a um reconhecimento para as práticas inovadoras em Saúde e Segurança no Trabalho (SST), que poderá ser concedido para uma empresa finalista em cada modalidade.

Para a diretora de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Gianna Sagazio, o Prêmio é considerado uma vitrine para as empresas mostrarem o que tem desenvolvido para o Brasil e para o mundo. “Reconhecer o trabalho que tem sido desenvolvido pelas empresas no âmbito de pesquisas, tecnologia e inovação é fundamental. Queremos tornar público as boas práticas que têm sido desenvolvidas pelas empresas e durante a pandemia muitas empresas precisarem se reinventar através da inovação”, destaca.

Os vencedores serão anunciados no dia 08 de março de 2022. A premiação inclui participação em duas imersões em ecossistemas de inovação, sendo uma nacional e outra internacional, além de vagas no curso de MASTER IN BUSINESS INNOVATION (MBI) do SENAI. Devido à pandemia da Covid-19, o processo de avaliação será todo online e a etapa de validação, que antes era realizada por meio de visitas in loco nas instalações dos semifinalistas, será feita de forma virtual.

“O Prêmio Nacional de Inovação é o grande ‘Oscar’ para as empresas brasileirias. É o momento de celebrar e reconhecer os empreendedores e ecossistemas que se diferenciaram durante esses 2 últimos anos, tão desafiadores para a economia e para os pequenos negócios”, ressaltou o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick.

Sobre o Prêmio Nacional de Inovação

O Prêmio Nacional de Inovação é voltado para a indústria, com exceção dos pequenos negócios, que podem ser do setor industrial, de comércio, de serviço ou agronegócio. A premiação não avalia projetos e sim a capacidade de inovação das empresas e ecossistemas, portanto, não é necessário inscrever um projeto específico de inovação para cada categoria.

Confira o regulamento

Nesta edição, uma das novidades é a categoria destinada aos Ecossistemas de Inovação, que vai premiar redes de cooperação locais, que integram organizações da hélice tripla e que têm a inovação como elo. Também há novidades relacionadas à atualização do Manual de Oslo que impactam o regulamento. No ato da inscrição, todas as empresas devem preencher um questionário obrigatório sendo possível concorrer simultaneamente às categorias de inovação em produto, processo e sustentabilidade. Caso haja interesse na candidatura à de Gestão da Inovação, é preciso preencher um questionário adicional.

A empresa se inscreve uma única vez e a metodologia identifica sua aderência nas categorias. A inscrição dos ecossistemas de inovação deve ser feita uma para cada município do país, e a metodologia de avaliação irá enquadrar em uma das modalidades.

Mais informações no site do Prêmio. Clique aqui.