O Menino Amarelo
As tiras de jornal foram a primeira forma de publicação das histórias em quadrinhos. A importância desse tipo de publicação é imensurável. As tiras são um atrativo para o grande público, e a iniciação das crianças para a leitura dos diários.
A considerada primeira tira continuada dominical, entenda-se com personagem fixo, surgiu em 1895 no diário nova-iorquino The World dirigido por Joseph Pulitzer, e foi batizada pelo público leitor pelas características de seu personagem principal, The Yellow Kid, ou O Menino Amarelo.

Criada por Richard Outcault O Menino Amarelo era uma história situada na favela (The Hogan’s Alley), e mostrava as estripulias do personagem com os demais moradores do local e as panfletagens do autor. A tira continha poucos balões e as mensagens ácidas de texto apareciam no pijama do personagem.
Apesar do sucesso de público, o cenário paupérrimo da tira unido ao fato de ser veiculada em um jornal sensacionalista, gerou muitas críticas dos conservadores e formadores de opinião e deu origem ao termo Imprensa Amarela, que no Brasil é conhecido por Jornalismo Marrom.

A tira foi motivo de disputa judicial entre os maiores editores de jornal da época, Pulitzer e Willian R. Hearst. Pela indecisão do litígio a tira não teve longa duração nas mãos de seu criador, que apenas experimentou novo sucesso com outro personagem, Buster Brown, outro garoto peralta, só que desta vez rico.