Pensando bem tenho que concordar que o tempo está passando muito rápido mesmo.
Mas, nossos dias continuam a ter 24 horas. O diferencial é que hoje temos uma quantidade muito grande de informações, entretenimentos, redes sociais, WhatsApp e isso faz com que nossas leituras, mesmo sendo fragmentadas, chegam em maior volume, nos distraindo e nos ensinando, e assim o tempo parece passar mais rápido.
Cada indivíduo enxerga a FELICIDADE de uma maneira diferente, então, para encontrá-la devem percorrer caminhos diferentes, começando com uma pequena alegria, vai se expandindo até que se transforma em êxtase.
E por este caminho a vida tem mais sentido a partir do momento que tocarmos o coração das pessoas, seja oferecendo seu ombro amigo, um abraço caloroso, uma alegria contagiante e até mesmo uma lágrima de emoção.
As vezes num pequeno gesto da vida, seja num diálogo sincero, num elogio verdadeiro, é uma vastidão de possibilidades que muitas vezes passam despercebidas, mas um simples abraço nos transforma num gigante.
Nossa vida é uma dádiva onde podemos enxergar a FELICIDADE como um encontro de sentimentos bem-sucedidos no coração, com a alma saudável e a mente tranquila.
As pessoas carregam seus medos escondidos dentro de si e nem imaginam que ali também se esconde a Felicidade, se ela está dentro de você é só uma questão de saber lidar com ela.
Mas, com tudo isto, ainda sentimos falta das gargalhadas em nossos jovens, nas rodas de amigos; hoje eles vivem de cabeça baixa conectados com o mundo virtual, esquecem de sorrir, de participar, até mesmo, de cumprimentar.
Já ri muito e minha existência e continue rindo de mim mesma, das boas lembranças e da vida que é tão bela.
A disposição para a alegria faz com que sejamos mais felizes. Se a vida já é boa quando estamos felizes, ela se torna ainda melhor quando conseguimos deixar pessoas mais felizes. Tocamos o coração, emanando amor, alegria, boas energias. Existem pessoas raras em nossas vidas. Que mesmo nos dias mais turbulentos nos transmitem luz.
Acredito que para entender o sentido da vida não precisa nada mais do que conviver de modo agradável, esquecendo a fúria do tempo, do corre-corre, como se quiséssemos nos afastar de nós mesmos e abraçar bem apertado a tão sonhada FELICIDADE.
Muitas vezes “cravamos” uma realidade cansativa e esquecemos do poder de transformá-la em sonhos e esperanças; pois quem consegue manter a felicidade dentro de si são pessoas iluminadas.
Jamais permita que a sua felicidade seja poluída por pessoas incapazes de serem felizes.
Assim, o tempo continua passando, nossos projetos se renovando, e caminhando sempre e cada vez mais ao encontro da Felicidade, seja lá em que tempo for.

Neide Seco