Em mais uma ação de ajuda humanitária, os empresários da Ceasa Curitiba, através de seu sindicato, o Sindaruc, se mobilizaram para ajudar as vítimas das persistentes chuvas deste janeiro de 2021. Metade do total de 25 toneladas foi enviado ainda na sexta feira dia 29 à cidade de Irati, o restante terá sua destinação por conta da Superintendência Geral de Ação Solidária e da presidente do Conselho de Ação Solidária e primeira-dama do Paraná Luciana Saito Massa; do Banco de Alimentos do Governo do Estado e do sindicato que representa a categoria, com apoio da Defesa Civil do Paraná.
A primeira-dama Luciana Saito Massa explicou que a cesta é formada por frutas, legumes e verduras arrecadados entre empresários permissionários da Ceasa de Curitiba, responsáveis também pela manutenção do Banco de Alimentos do Estado, programa de reaproveitamento alimentar da Secretaria da Agricultura e Abastecimento. Ela agradeceu afirmando que “a solidariedade desses empresários faz toda a diferença neste momento”.
Contando com a presença de diversas autoridades, os alimentos foram entregues oficialmente logo pela manhã, com a presença de primeira dama, Luciana Saito Massa; do Secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; o vice prefeito de Curitiba Eduardo Pimentel; o presidente do Sindaruc Paulo Salesbram e convidados.


Recepcionando as autoridades em frente ao Sindaruc, o presidente Paulo Salesbram e outros permissionários recepcionaram as autoridades e entregaram o grande volume de alimentos doados. Destacando a presença de Luciana Massa, Paulo enfatizou a disponibilidade dos colegas empresários, sempre prontos a ajudar com um pouco daquilo que comercializam na Central de Abastecimento: “sensibilizados com as necessidades destas pessoas atingidas pelo mau tempo, em especial o excesso de chuvas no Paraná a resposta aqui foi imediata, aliás, como sempre acontece, com a pronta resposta para sanar um pouco das necessidades destas vítimas levando alimento às suas mesas”.


Além de Irati, as cestas foram encaminhadas para famílias do Litoral do Paraná e entidades beneficentes de Curitiba e Região Metropolitana. “Muitas famílias estão precisando de ajuda porque foram afetadas pelas chuvas de janeiro. O Secretário Ortigara destacou que a ação reforça o olhar social do Governo do Estado: “Socorrer sempre é importante. Socorrer em situações adversas como essa se torna ainda mais importante”.


A distribuição contou com o apoio logístico da Defesa Civil do Paraná. O órgão se encarregou do transporte de parte das mercadorias, especialmente naqueles lugares com difícil acesso. “Usamos até barcos para chegar em locais em que a estrada estava intransponível, como em Guaraqueçaba, no Litoral”, disse o coordenador do órgão, Fernando Schünig.


O Banco de Alimentos da Ceasa foi reformulado pelo Governo do Estado no ano passado para ampliar o atendimento e reduzir o desperdício. A proposta é reforçar a capacidade de captação e aproveitamento dos produtos.
Frutas, verduras e legumes que já estão em processo de maturação são processados e embalados a vácuo, aumentando sua vida útil. Além de atender as instituições e famílias, será possível criar um estoque de alimentos para distribuir a municípios em situações de calamidade, por exemplo.