Materiais poderão ser entregues neste sábado das 9h às 17 horas, no Parque Barigui (entrada pela BR 277) em Curitiba

 

A população de Curitiba e região poderá descartar o lixo eletrônico de forma correta no próximo sábado, dia 8 de junho, das 9h às 17 horas, no Parque Barigui (entrada pela BR-277). O SESCAP-PR, em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), estará realizando a tradicional de campanha de recolhimento E-Lixo. A E-lixo ocorre também em Maringá (dia 5), Guarapuava (dia 6) e Arapongas  (dia 8).

Esta é uma ação de responsabilidade socioambiental do SESCAP-PR que visa dar destinação correta aos materiais eletrônicos. Foi lançada em 2011 para revolver um problema de acúmulo de aparelhos inutilizados nas empresas representadas e, posteriormente foi estendida à população. Até hoje a E-Lixo já recolheu e deu um destino correto a 503.099 quilos de materiais nas cidades de Apucarana, Arapongas, Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Maringá, Paiçandu, Sabáudia, Toledo e Umuarama.

Destino do material

A campanha tem sua função social. Todo o material coletado será destinado ao Programa Ecocidadão da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), que visa a melhoria da renda familiar dos coletores de materiais recicláveis e o fortalecimento da cadeia de reciclagem. Os 20.340 quilos arrecadados na E-lixo em junho e novembro de 2018 foram repassados à Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis Catamare e às associações de catadores Fazenda Solidariedade (ACARFS), Mutirão e Terra Santa.

O que descartar?

Todo material proveniente de equipamentos eletroeletrônicos: computadores; monitores; impressoras; rádios e equipamentos de som; aparelhos de telefone e celulares; aparelhos de fax; televisores; câmeras fotográficas, entre outros.

 Neste ano, a SMMA estará coletando óleo de cozinha usado, também, numa tenda ao lado da campanha E-lixo.

O que não descartar?

Devido à restrição no manuseio, não serão coletados lâmpadas, pilhas, baterias, tonners e tintas.

Perigo

O descarte inadequado deste tipo de resíduo pode gerar muitos problemas para o meio ambiente devido à sua composição de materiais altamente tóxicos.  Confira as principais doenças que podem ser causadas pelos elementos mais comuns encontrados nos eletrônicos:

Chumbo: Causa danos ao sistema nervoso e sanguíneo

Onde é usado: Computador, celular, televisão

Mercúrio: Causa danos cerebrais e ao fígado

Onde é usado: Computador, monitor e TV de tela plana

Cádmio: Causa envenenamento, danos aos ossos, rins e pulmões

Onde é usado: Computador, monitores de tubo antigos, baterias de laptops

Arsênico: Causa doenças de pele, prejudica o sistema nervoso e pode causar câncer no pulmão

Onde é usado: Celular

Belírio: Causa câncer no pulmão

Onde é usado: Computador, celular

Retardantes de chamas (BRT): Causam desordens hormonais, nervosas e reprodutivas
Onde é usado: Diversos componentes eletrônicos, para prevenir incêndios

PVC: Se queimado e inalado, pode causar problemas respiratórios

Onde é usado: Em fios, para isolar corrente

Fontes: Greepeace e eWasteGuide

 

Locais da campanha

– Maringá – Dia 5/6 – das 9h às 16 horas – na Praça Deputado Renato Celidônio (ao lado da Prefeitura)

– Guarapuava – Dia 6/6, das 9h às 17 horas, no Calçadão da Rua XV (Pça 9 de Dezembro) e na sede da Secretaria do Meio Ambiente (Parque das Araucárias)

– Curitiba – Dia 8/6 – das 9h às 17 horas, no Parque Barigui (entrada pela BR-277)

– Arapongas – Dia 8/6 – das 9h às 15 horas, na Praça da Igreja Matriz (em frente ao MAHRA)