Televisão, computador, telefone, rodas, elevadores, controle remoto, direção hidráulica. A modernidade trouxe inúmeras e inegáveis facilidades, mas ao mesmo tempo dividiu a humanidade em duas categorias as que sentem dores nas costas e as que irão sentir. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), esse mal já atinge em média 85% da população. O problema em grande parte dos casos é provocado pelo sedentarismo, aliado a má postura. Como se diz de Homo erectus estamos nos tornando Homo sentadus, porque são horas e horas na mesma posição, trabalhando ou nos divertindo e quase sempre na postura errada.Então os músculos formam uma cadeia e funcionam de forma interligada. Quando são mantidos estáticos, encolhidos, vão se adaptando, ou melhor, encurtando e o resultado é a dor.
A solução é colocar tudo no lugar novamente e é o que faz a RPG, técnica de fisioterapia desenvolvida na França e disseminada pelo mundo pelo francês Philippe Souchard. A RPG proporciona um tratamento individual, ativo e progressivo encarando cada caso (dores nas costas, joelhos, hérnia…) como possível decorrência da postura global, partindo da constatação que traumatismos, torções, má postura no trabalho e até problemas emocionais, acabam refletindo em má postura. O método não visa apenas atender indivíduos que estejam sentindo dor, mas também aqueles que procuram encontrar um melhor equilíbrio e harmonia corporal como forma e prevenção. É indicado para pessoas com alterações posturais como cifose, hiperlordose, escoliose, lombalgias, cervicalgias, torcicolo, hérnia de disco, artroses, bursites, tendinites, para quem procura reeducar pela estética e auto-estima, gestantes, pois melhora a função muscular.
Como o RPG é uma técnica de fisioterapia, ela só pode ser realizada por fisioterapeutas com o curso de capacitação, pois é um método com efeitos comprovados em diversas patologias causadoras de dor.

 

Consultório de Fisioterapia, Estética e RPG
Dra. Mirian Anne Andriolo
Crefitto 65157-F
Rua George Elias Dayoub Wassouf, 28 sala 21 Novo Mundo
Tel. 3022-3749
Convênio Fundação Copel