Raimundo Bonato

As olarias tradicionais de cerâmica vermelha do bairro de Umbará e outras regiões, executam um tipo de produto extraído da argila com variação no tamanho e no número de furos (2, 4, 6 e 8 furos).
No entanto, hoje existem novas tecnologias, e um dos mais importantes exemplos neste sentido, é do empresário Raimundo Bonato, que buscou a modernização, implantando na sua cerâmica os novos processos, ao mesmo tempo em que difundia entre os ceramistas as novas tecnologias através de palestras, abrindo inclusive um novo mercado de trabalho.
Foi esta busca do aprimoramento que o levou a presidência do SINDICER PR, o Sindicato dos Ceramistas, fazendo do sindicato uma referencia.
Hoje, Bonato, implantou um sistema de qualidade que respeita e atende as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) mo9strando que produto de qualidade tem melhor preço no mercado e satisfação do cliente, quebrando um mito de que o tijolo era apenas para preencher vazios.
Outra ação que o distingue este empreendedor, foi a consciência que levou aos ceramistas, de que estes podem e devem diversificar os produtos, alterando as características das cerâmicas modernas com produtos que vão além do tijolo, como revestimentos. Como exemplo, sua olaria produz mais de trinta produtos como: revestimentos, piso rústico, 21 furos, 2 furos, elementos vazados, e outros.
Empreendedor e exemplo de dedicação não apenas à sua empresa, mas à atividade onde atua e que também representa, criando cada vez mais oportunidades e empregas para a região, temos a satisfação de entregar o Prêmio Amigo do Bairro a Raimundo Bonato.
Recebe o Prêmio das mãos do vereador João do Suco.

Reginaldo Ananias

Natural de Ivatuba, Paraná, Reginaldo Ananias é casado com Luci Mari, tem dois filhos: David e Joaquim.
Filho de Antonio e Aparecida Ananias, logo cedo Reginaldo trocou as brincadeiras de criança por trabalho pesado, como bóia fria, colhendo algodão, ou plantando grama. Sem as mínimas condições de trabalho e andando descalço.
Até mesmo fome enfrentou, chegando a misturar limão espremido no arroz estragado, pra conseguir comer.
Na adolescência trabalhou de sol a sol para sustentar a família.
Aos vinte anos, vem para a capital, tentar a vida como profissional de futebol.
Para isto pegou no pesado, tentando conciliar o trabalho com sua paixão.
Desistiu do futebol. Partiu para exaustivas jornadas de trabalho, onde, com muita persistência, trabalho, garra e principalmente humildade, conseguiu vencer dando a volta por cima, se tornando um grande empresário dentro de Curitiba e região metropolitana.
Ao mesmo tempo, passou a trabalhar em prol de comunidades carentes, buscando levar oportunidades a quem precisa, levando um pouco de seu sucesso.
Histórias como a de Reginaldo, são raras. Hoje, Reginaldo Ananias se dedica ao seu trabalho e na busca de levar oportunidade a quem precisa.
Convidamos o companheiro Reginal Ananias para receber o Prêmio Amigo do Bairro 2010.
O companheiro Reginaldo recebe o Prêmio Amigo do Bairro das mãos de Antonio H. Magron.

Flex