As ações do programa Amigo dos Rios, para melhoria e recuperação dos rios da cidade, serão ampliadas na região do bairro Novo Mundo, onde já acontecem as obras de drenagem, dragagem, reperfilamento e contenção do Rio Vila Formosa. A manhã desta terça-feira (9/4) foi de vistorias, planejamento e conversas com a comunidade. Um dos objetivos é acabar com o depósito irregular de resíduos às margens do rio.

No local estiveram equipes das secretarias municipais do Meio Ambiente, Obras Públicas e da Regional Pinheirinho. As obras, que acontecem desde o fim de fevereiro, já agradam a população em razão de não ter havido enchentes por lá, mesmo com as fortes chuvas do verão.

De acordo com o diretor de Pontes e Drenagem da Secretaria de Obras, Augusto Meyer Neto, cerca de 1,5 metro de profundidade de material está sendo retirado durante o desassoreamento, boa parte formada por caliça (restos de construção). O resíduo ainda pode ser encontrado nas margens e na mata ciliar.

Para o presidente da Associação de Moradores e Amigos da Vila Maria e Uberlândia, Fabrício Rodrigues, a comunidade está feliz com os resultados e ações de Educação Ambiental que irão complementar as melhorias na região. “Precisamos voltar a conversar com os estudantes nas escolas e, para isso, já temos o apoio da Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente”, disse.

LEIA MAIS:

O administrador da Regional Pinheirinho, Reinaldo Boaron, o coordenador técnico da Regional, Gilberto Bedin; e João Luiz Cordeiro, da Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente participaram da vistoria.

Palestras e plantios

Para solucionar os problemas de descarte irregular de resíduos, lembra o diretor de Recursos Hídricos da Secretaria do Meio Ambiente, Ibson Campos, devem ser estudadas atividades de Educação Ambiental e reuniões com os moradores, além de plantios comunitários de árvores no entorno do rio. “Nossas equipes trabalham com palestras, teatros, conversas com escolas, comunidade e empresas”, explicou.

Campos lembra que o município é 100% atendido por coleta de resíduos – sejam a domiciliar e reciclável porta-a-porta, a de resíduos vegetais e de construção por demanda, que podem ser solicitadas por meio da Central 156.

Rede de esgoto

O local próximo ao Rio Vila Formosa já é atendido com rede de esgoto e a água nesta região apresenta boa qualidade com baixo índice de contaminação, reforça o diretor da Secretaria do Meio Ambiente. “Mesmo assim, nossas intervenções ainda devem incluir fiscalização da efetiva ligação à rede”, diz Campos. Ele lembra do caso do Hospital do Trabalhador, que recentemente buscou readequar a sua ligação e está com as obras em fase final, após atuação da Secretaria e do Ministério Público.