A ação integrada de segurança e a oferta de serviços públicos próximos aos cidadãos marcaram a implantação oficial da Unidade Paraná Seguro do Parolin, pelo prefeito Luciano Ducci e o governador Beto Richa, na manhã da segunda-feira (7). – Foto: Maurilio Cheli/SMCS

O prefeito Luciano Ducci, candidato à reeleição pela coligação Curitiba Sempre na Frente, afirma que a parceria com o governo do Estado e as ações da Prefeitura devem reduzir ainda mais a criminalidade em Curitiba. A redução de 15% da criminalidade, anunciada pela Secretaria do Estado de Segurança, é fruto de um trabalho em conjunto, como a implantação das sete Unidades Paraná Seguro (UPS).
“Agora que o Governo do Estado e Prefeitura trabalham em parceria, a segurança vai melhorar ainda mais em Curitiba”, afirma o prefeito. Luciano destacou que em outubro serão instalados na cidade 75 módulos móveis da Polícia Militar.
Dados da Secretaria de Segurança apontam que o número de homicídios dolosos caiu no primeiro semestre, sendo menor que os do mesmo o período de 2011. Nesses primeiros seis meses, foram 304 crimes contra 358 do ano passado – queda de 15%.
A Prefeitura começou a implantar câmeras de monitoramento nas ruas, terminais de ônibus e estações-tubo. Ao todo, serão 1.072 câmeras na cidade, que vão estar interligadas ao Centro de Monitoramento, onde as informações serão compartilhadas entre a Guarda Municipal e a Polícia Militar.
“Também estamos reforçando a iluminação da cidade, para melhorar a segurança nas ruas. Todas as luminárias serão renovadas até o fim do ano e a intensidade de luminosidade vai dobrar”, afirma Luciano. Foram trocadas mais de 85 mil luminárias nos últimos dois anos.