O Paraíso e o Inferno não são locais geográficos. Se você for a procura deles não irá encontra-los em lugar algum. Eles estão dentro de você, são psicológicos.
A mente é o Paraíso, a mente é o Inferno, e possui a capacidade de tornar-se qualquer um dos dois. Mas as pessoas continuam pensando que as coisas têm que estar em algum lugar lá fora, continuamos procurando as coisas do lado de fora porque estar dentro é muito difícil. Então vamos para fora.
Se alguém diz que há um deus, olhamos para o céu, sentada em algum lugar estará a pessoa divina.
Paraíso e Inferno não existem. Ambos estão apenas em sua mente. Quando você se encontra em sintonia psíquica com a existência, quando está silencioso, você está no paraíso. Quando você está perturbado, quando perde seu silêncio, você está distraído e há diversas ondulações no lago da sua consciência. Com elas, toda a qualidade da consciência de refletir como um espelho se perde, e você está no inferno.
O inferno simplesmente significa uma falta de harmonia dentro de você – dentro de você e em relação a existência também. A partir do momento em que você se encontra em harmonia consigo mesmo, e com a existência – dois lados da mesma moeda – imediatamente estará no paraiso. O paraíso e o inferno não são lugares geográficos, “estados”.

PECADO ORIGINAL
O sexo foi chamado de Pecado Original, mas ele não é nem original, nem pecado. Mesmo antes de Adão e Eva terem comido o fruto da árvore do conhecimento eles faziam sexo, e todos os outros animais do Jardim do Éden também. A única coisa que mudou depois de comerem o fruto do conhecimento foi a percepção, a consciência. Eles se tornaram conscientes do sexo e, ao se tornarem conscientes, ficaram com vergonha.
Os cristãos dizem que, como Adão e Eva cometeram o pecado original, toda a humanidade está sofrendo. Isso é tão absurdamente tolo!. Os cientistas dizem que a humanidade existe há milhões de anos. Então, milhões de anos atrás, um casal, Adão e Eva, cometeu um pecado, e nós estamos sofrendo por conta disso. Você consegue pensar em algo mais ridículo? Ou seja, você está preso porque, milhões de anos atrás alguém cometeu um crime, se você não cometeu o crime, como pode estar sofrendo por isso? E que pecado original é esse do qual estão falando? Você não é original, nem é pecado.