De certa forma, para ser criativo você precisa ter uma mente aberta, olhar atento e disposição para enfrentar as convenções, quebrar regras e assumir alguns riscos, de forma responsável, é claro! Para isso você pode começar seguindo os sete princípios do pensamento criativo que vai ajudar a fortalecer seu pensamento criativo, gerar ideias inovadoras e obter sucesso na solução de problemas.

1• Atitude
A melhor forma de definir esse princípio é com um pensamento do Henry Ford: Se você acredita que pode, você está certo. Se acredita que não pode, você também está certo. Acreditar que você é uma pessoa criativa é um passo importante para liberar sua imaginação e aproveitar por completo suas habilidades e conhecimentos.
2• Desafie suposições
Livre-se dos bloqueios, na solução um problema, é importante identificar e listar as suposições, convenções, crenças e bloqueios que afetam a sua compreensão, análise e solução. Examine-as criticamente e se livre das que não são verdadeiras ou que se tornaram obsoletas.
3• Quebre as regras
É evidente que não podemos quebrar todas as regras, mas na solução de problemas e na inovação é importante questionar as regras, especialmente quando elas aprisionam nossa mente a velhos hábitos e modos de pensar. Muitas vezes, para seguir adiante é necessário abandonar a estrada principal e tentar caminhos nunca percorridos.
4• Não tenha medo de errar
Quem não se arrisca, não petisca. As grandes invenções raramente deram certas logo na primeira tentativa, geralmente vieram de uma sucessão de tentativas que deram erradas até se chegar ao resultado desejado. Por exemplo, o WD-40 tem esse nome por que deu 39 vezes errado…
5• Há sempre mais de uma solução certa
A vida toda fomos obrigados a aprender que há uma única solução certa. Por diversas vezes há mais do que uma e, muitas vezes, a primeira resposta que vem nem nossa mente é a menos criativa. Anote essa ideia para não se esquecer dela, mas busque também outras opções, não se contente com apenas uma solução.
6• Suspenda o julgamento
O julgamento prematuro é o caminho certo para bloquear a criatividade. É essencial separar a fase de geração de ideias da fase de julgamento, se não criar esse filtro mental vai ser como dirigir com um pé no acelerador e outro no freio.
7• Persistência sem teimosia
Experimentar e ter alguns fracassos faz parte do processo de geração de ideias e inovação. O segredo do sucesso está em manter-se firme apesar dos tropeços no caminho. Contudo, não confunda persistência com teimosia. Teimosia é insistir num projeto quando todas as evidências mostram que seus objetivos não são realistas. Mas, quando estamos emocionalmente envolvidos, não é fácil distinguir um objetivo ambicioso e inovador de um objetivo insensato. Às vezes, desistir ou mudar o projeto é a melhor opção.