Cleptomania é uma palavra de origem grega, vem de kleptes que significa ladrão e também de kleptein que significa roubar, agir em segredo, e mania, vem da palavra loucura.
Agora, cracia, nada mais é que a extração do final da palavra democracia, para deixar bem explicito que se trata do roubo desmedido e desaforado dos eleitos pelo próprio país. Ainda mais no período que vivemos atualmente, essa crise que tem deixado muitas pessoas com os olhos bem abertos.

Mas, nesta junção o significado seria “estado governado por ladrões” e, este infeliz termo é utilizado para se referir a países que possuem dirigentes que tomam suas decisões pensando apenas em si próprios, com extrema parcialidade, indo ao encontro de seus próprios interesses pessoais do que os interesses da nação.
Eles desviam a riqueza da população e as dirigem para as pessoas que detém o poder, utilizando caminhos nada ortodoxos para deixar tudo o mais lavado possível. Eles criam leis, projetos, sem qualquer viabilidade simplesmente para conseguirem uma maneira de desviar a riqueza utilizando tais recursos.
Em países que utilizam tal falta de respeito com seus contribuintes, sofrem com males econômicos que torna a nação ainda mais empobrecida e revoltada com toda situação. Recessão econômica é uma delas, lembra algum país de língua portuguesa da América do Sul? Os direitos civis também são prejudicados e a cleptocracia costumam se espalhar pelos demais estados, afinal de contas, nesse tipo de regime político, todos os políticos querem sua fatia do bolo.
Só para lembrar, vamos à lista dos países mais corruptos do mundo segundo a ONG Transparency, especializada em acompanhar índices de corrupção pública.
Desta vez, o Brasil aparece na posição 76, de 167 países pesquisados. Em 2015, éramos o 69º. Eis a lista abaixo.

1º Somália 8 Pontos
2º Coréia do Norte 8 Pontos
3º Afeganistão 11 Pontos
4º Sudão 12 Pontos
5º Sudão do Sul 15 Pontos
6º Angola 15 Pontos
7º Líbia 16 Pontos
8º Iraque 16 Pontos
9º Venezuela 17 Pontos
10º Guiné-Bissau 17 Pontos

A lista completa você encontra em: www.transparency.org/cpi2015#results-table