– Pedro da Costa – Enviaste-me, a este planeta material, deste-me um corpo físico, dotaste-me de sentidos orgânicos e da faculdade mental para que a alma pudesse entrar em contato com este plano ínfimo da tua criação; para que ela se enriquecesse com os tesouros ocultos no seio da natureza terrestre.
Através dos cinco magníficos portais externos – vista, ouvidos, olfato, gosto e tato – entra a alma em contato com as maravilhas do mundo material.
Através das três avenidas internas – intelecto, memória e fantasia – comunica-se a alma com as realidades mais sutis, imateriais, da natureza: as invisíveis leis que regem o império dos fenômenos concretos.
Aqui estou discípulo na escola elementar do mundo perceptível e concebível soletrando os grandes caracteres da Terra.
Quero sair bem aproveitado desse estágio primário.
Quero aprender tudo isso na escola elementar do meu estágio na Terra.
E, quando voltar para prestar exame deste curso, quero sair de tal modo aproveitado que posso tranquilamente passar para outro estágio, mais avançado, com órgãos novos e faculdades mais perfeitas, a fim de continuar a enriquecer a alma e conhecer cada vez melhor os mundos criados.
Amém.