Porém, os pais sempre se perguntam, qual é o melhor brinquedo para o meu filho em desta idade? De acordo com o Prof. Dr. Roger Hansen, Doutor em Educação e diretor do Colégio Acadêmico Florença, de Florianópolis/SC, os brinquedos mais adequados são aqueles que melhor atendem as necessidades da etapa da vida em que se encontra a criança. “De 0 a 1 ano, por exemplo, o bebê aprende de forma sensório-motora. Por isso os brinquedos mais adequados são os que permitem uma boa variedade de formas, cores e sons. É importante não restringir os brinquedos ao plástico, pois as diferentes texturas são fundamentais nessa fase, como da madeira e da palha. A partir de um ano a criança começa a construir coisas e por isso os brinquedos que possam ser empilhados e encaixados tornam-se essenciais.  E quando chega aos 3 anos a criança amadurece a linguagem e sua capacidade simbólica, o que muda completamente o cenário, pois agora ela pode brincar com coisas abstratas, com faz de conta, com jogos e simulações. É a fase lúdica que assume o comando da infância nessa fase”, explica.


Os brinquedos sempre fizeram parte da vida das crianças em todas as épocas e culturas do mundo. Além de tornar a vida das crianças mais feliz, eles são também elementos educativos de grande importância.

Para o diretor é importante os pais seguirem algumas dicas, na hora de iniciar as crianças aos brinquedos

1 Cuidado com os exageros: brinquedos são importantes, mas quando em grande quantidade podem deixar a criança irritada e angustiado devido ao excesso de estímulo que provocam;
2 Regule a troca dos brinquedos: brinquedos diferentes são importantes, mas ainda mais relevante é que a criança posso explorar mais profundamente o mesmo brinquedo. Por isso, não devemos trocar o tempo todo seus brinquedos;
3 Observe os brinquedos prediletos: toda criança tem seu brinquedo predileto e mesmo que sejam comprados novos brinquedos para as crianças, os prediletos sempre devem ser mantidos pois eles significam algo para essa criança que deve ser preservado;
4 Evite os brinquedos que “brincam sozinhos”: os brinquedos eletrônicos, automáticos, ou mesmo bonecos com traços perfeitos impedem o desenvolvimento da imaginação da criança e por isso não devem ser os únicos tipos de brinquedos disponíveis,
5 Simplifique: quando se trata de brinquedos, por incrível que possa parecer diante de toda a tecnologia que temos a disposição, os mais simples são os melhores, pois exigem esforço mental e imaginativo da criança, que precisará “completar” o brinquedo com fazendo uso de suas capacidades internas.

O Colégio Acadêmico Florença é pioneiro no Brasil em educação para bebês. Está localizado à Rua Professor Paulo Roberto Martins, 91 – Bairro Santa Mônica (Florianópolis/SC). As matrículas para o ano letivo de 2015 estão abertas até o final de novembro. Mais informações no http://www.colegioflorenca.com.br e (48) 3233-1686 e [email protected]