A Prefeitura de Curitiba realiza o Mutirão Curitiba sem Mosquito em três regiões do CIC para evitar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zyka e Chikungunya. O próximo será na Vila Verde de 9 a 12 de novembro.

Durante o Mutirão Curitiba sem Mosquito os moradores recebem visitas dos agentes comunitários da Secretaria Municipal da Saúde orientando que tipos de materiais podem ser descartados e explicam que o entulho e lixo devem ser deixados em frente às casas para serem recolhidos.

Os caminhões do departamento de Limpeza Pública da Secretaria Municipal do Meio Ambiente passam pela região para recolher os entulhos.

“A ideia é prevenir a proliferação do mosquito, já que o lixo descartado de forma irregular propicia o acúmulo de água”, explica o supervisor do Distrito Sanitário CIC, Cleverson Fragoso.

A primeira etapa do mutirão aconteceu no Vitória Régia, nos dias 24 e 25 de outubro, e foram recolhidas 95 toneladas de lixo.

Para a divulgação, a Prefeitura de Curitiba distribuiu quatro mil flyers em casas, igrejas, escolas, unidades de saúde. O informativo apresenta os cuidados de prevenção contra a dengue, além das datas em que seria feito o recolhimento de lixo dos quintais.

De acordo com o Fragoso, as coletas estão sendo realizadas em áreas com maior risco. “São regiões com histórico da presença do vetor e que apresentam grande quantidade de materiais acumulados”, diz. 

Todos juntos

O mutirão Curitiba sem Mosquito é uma ação integrada das secretarias municipais da Saúde e do Meio Ambiente, com apoio das secretarias municipais de Defesa Social, Educação e Segurança Alimentar e Nutricional, da Fundação Cultural, Fundação de Assistência Social, administração regional da CIC e dos conselhos locais de saúde.

A última região da Regional CIC que irá receber o mutirão é o Caiuá, de 31 de novembro a 3 de dezembro.

Como combater o mosquito Aedes aegypti    

1 – Mantenha caixas, tonéis e barris de água tampados.
2 – Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.
3 – Não jogue lixo em terrenos baldios.
4 – Ao guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo.
5 – Não deixe a água da chuva acumular sobre a laje.
6 – Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.
7 – Se for guardar pneus velhos, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.
8 – Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas impeçam a passagem da água.
9 – Lave pelo menos uma vez por semana, com água e sabão, recipientes utilizados para guardar água.
10 – Os vasos de plantas aquáticas também devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com frequência.