A Secretaria Municipal da Saúde lançou neste dia 9 de Junho o Programa de Responsabilidade Sanitária e Social, que visando deixar claro, por meio de cores, o nível da pandemia de covid-19 na capital e a situação das restrições em que a cidade se encontra. 

Um painel registra a situação através de três níveis de cores: amarelo (alerta), laranja (risco médio) e vermelho (risco alto), como resultado de um monitoramento diário feito com base na propagação da doença e na capacidade de atendimento do serviço de saúde. Dentro desses critérios são avaliados o número de novos casos, óbitos, ocupação de leitos de UTI, etc. 

Para Greca, esta é mais uma “tentativa de alertar de maneira clara a população sobre o panorama da covid-19 na cidade. Não queremos chegar no cenário mais crítico nunca”.

Os risco e os cuidados:

Amarela: nível 1 – sinal de alerta constante e demonstra que a situação está fora da normalidade. Nesse estágio, todos os estabelecimentos que estiverem funcionando devem adotar as medidas de precaução anunciadas e orientadas, cumprir todas as orientações do protocolo de responsabilidade sanitária e social. 

Laranja: nível 2 – risco médio de alerta, onde haverá restrições a funcionamento de serviços e do comércio e áreas que propiciam a aglomeração de pessoas. 

Vermelha: nível 3 – risco alto e de alerta total, havendo restrição à circulação de pessoas, permitindo apenas o funcionamento dos serviços essenciais.

A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak falou das medidas de controle que “serão tomadas de acordo com cada um dos três níveis. Muda a bandeira, mudam as ações, com medidas mais restritivas ou menos”, explica ela. “É o que vínhamos fazendo, mas dessa forma acreditamos que fica mais fácil para todos entenderem melhor”.