Os estudantes da Escola Municipal CEI do Expedicionário, no bairro Novo Mundo (regional Pinheirinho) vão ganhar máscaras produzidas por uma professora da unidade. A escola, assim como todas as unidades da rede de ensino municipal, está fechada, e só receberá as famílias nesta quinta (30/4) para retirar as atividades pedagógicas que os professores prepararam, além das máscaras para as crianças. A entrega será das 8h às 17h, na própria unidade, de forma organizada para não haver aglomeração.

“No momento que o país enfrenta a pandemia do novo coronavírus, muita gente está se sensibilizando para ajudar, da maneira que seja possível”, explicou a professora Cibele Cristine Gunha Lenart, que produziu as máscaras de tecido.

Ela recebeu tecidos de sua mãe e, após conversar com o diretor da unidade, Adriano Borecki, surgiu a iniciativa de produzir o material e entregar à comunidade.

“Tudo foi feito com muito amor e carinho”, disse a professora, que já higienizou todas as máscaras e guardou em embalagens plásticas.

O diretor contou que, em paralelo, a equipe da escola também decidiu escrever cartinhas de apoio e motivação para os estudantes. “Com essa iniciativa, e junto com as atividades complementares, os professores estão, de certa forma, se aproximando um pouquinho mais das crianças neste momento de isolamento social”, afirmou o diretor.

“É muito importante que todos estejamos unidos para vencermos este vírus. Eu agradeço a todos os curitibanos que estão nos ajudando das mais diferentes maneiras”. Disse o Prefeito Rafael Greca de Macedo.   

Videoaulas

As crianças e estudantes que estão em casa cumprindo o isolamento têm videoaulas que podem ser acompanhadas pelo canal 9.2 UHF da TV Paraná Turismo, das 8h às 21h, de segunda-feira a sábado, ou pelo canal TV Escola Curitiba no YouTube. Já são mais de 37,5 mil inscritos e 1,6 milhão de visualizações desde o início das atividades, em 13/4.

Além das propostas da educação infantil, as videoaulas incluem matemática, língua portuguesa, robótica, geografia, educação física, arte, ciências, história, ensino religioso, literatura, direitos humanos e família, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Aos sábados, o conteúdo é apresentado com adaptações metodológicas e tradução em Libras.