Amor e diversidade dão cor ao novo livro de Lilli L’Arronge

Em “O filho querido”, um passarinho e um esquilo apresentam as dificuldades e alegrias de se ter um filho

A primavera chegou e, com ela, novas famílias são formadas. Para o esquilo e para o passarinho, essa parecia uma ideia maravilhosa e, por isso, resolvem construir um ninho e esperar a chegada de um ovo que se tornará seu filhote. É através desse casal incomum e da linguagem lúdica que a autora Lilli L’Arronge mostra a beleza do amor independente de padrões. Todos têm direito a uma família, assim como o esquilo e o passarinho.

Felizes pela decisão, eles colocam o plano em prática. A demora do ovo deixa o passarinho chateado, mas o esquilo não desanima. “Precisamos ter paciência, não se faz uma família de um dia para o outro”, assegura o companheiro. Quando o filho querido chega, os dois dão tudo de si para cuidar da nova família e aprendem que, apesar de ser desgastante, a alegria e o amor que sentem compensam todos os esforços.

Best-seller na Alemanha, O filho querido é um livro sobre diversidade que trata de temas importantes como adoção e família. Lilli L’Arronge consegue transmitir com sensibilidade as emoções que a chegada de uma criança desperta em um casal, apesar de todas as diferenças que possam ter entre si.

 

Lilli L’Arronge nasceu em março de 1979. Ela vive e trabalha em Münster, na Alemanha, e um dia também ganhou uma filhinha muito querida. A menina se chama Johanna e, como o filhote dessa história, sabe dizer “Kuckuck”. Anna Luiza Cardoso nasceu no Rio de Janeiro em 1988. Desde pequena é apaixonada por bichos, livros e viagens, e vive circulando mundo afora. Fala várias línguas, entre elas o alemão, e traduzir está entre suas atividades prediletas nas horas vagas.

 

O FILHO QUERIDO – Lilli L’Arronge

Páginas: 32

Preço: R$ 29,90

Tradução: Anna Luiza Cardoso

Editora: Galerinha | Grupo Editorial Record