Foi uma festa a abertura do viaduto da Pompeia, no sábado dia 25/10 com o prefeito Rafael Greca coordenando o evento que, depois de mais de 4 anos consegue liberar para o uso um viaduto que foi construído sem as alças de acesso.
O apelido de viaduto sem alça serviu para uma infinidade de brincadeiras que chegaram a levar o prefeito às lágrimas de tanto rir. Foi uma festa não apenas para os moradores da região que enfrentavam todos os dias um enorme congestionamento tendo ao lado uma obra deste porte fechada por falha da administração pública no encaminhamento dos detalhes finais da obra.
Concluído em setembro de 2015 pela concessionária responsável pela rodovia BR-116, ficou sem as alças até agora. Os detalhes finais só foram encaminhados no dia 26 de setembro de 2018, quando foi entregue pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) o projeto para terminar o viaduto.


Detalhando as ações para conclusão da obra, Greca lembrou que “Doze linhas de ônibus fluirão melhor. Não vamos mais atrapalhar quem vai de Curitiba para Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Quitandinha, Areia Branca dos Assis, Campo do Tenente, Rio Negro, Piên. Trabalho cumprido e, aos poucos, vamos desatando os nós que encontramos”.
O secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, lembrou outras ações desenvolvidas no Tatuquara e que também têm impacto na vida dos moradores: “É uma satisfação enorme entregar as alças do Viaduto Pompeia. Obra importantíssima, que se soma às 33 ruas requalificadas desde 2017, quase 19 quilômetros de asfalto novo, e à construção do Terminal Tatuquara e do Restaurante Popular”.
Sem comprometer a utilização do viaduto, seguirão em andamento até janeiro as obras na alça de acesso que permitirá o retorno da Francisco Xavier de Oliveira para a Rua Francisco Warcheski, em direção ao bairro. A nova rua está sendo construída para atender moradores que vivem na quadra que antecede a cabeceira do viaduto, no lado esquerdo. A nova via garantirá a eles um caminho mais curto para retornar ao bairro.
Com a construção das alças, a abertura do Viaduto Pompeia e as alterações no trânsito em ruas do entorno, 12 linhas de ônibus tiveram seus itinerários modificados. Os cartazes com o croqui das mudanças de rota foram fixados nos ônibus, pontos e terminais.


Participaram da abertura do Viaduto Pompeia o vice-prefeito Eduardo Pimentel; os secretários municipais Mônica Santanna (Comunicação Social), Luiz Fernando Jamur (Governo Municipal e presidente do Ippuc) e Emílio Trautwen (Esporte, Lazer e Juventude); o prefeito de Fazenda Rio Grande, Márcio Wozniack; e os vereadores Beto Moraes, Edson do Parolin, Rogério Campos e Tico Kuzma.