Com jantar dançante, música e animação por conta de João Luiz Correia, a noite do dia 4 de março marcou a posse da nova patronagem do tradicional CTG Vinte de Setembro, na noite do dia 04/03/2016. O Patrão Cristiano Guilherme Souza passou a direção do centro de tradições para o companheiro José Carlos Pinhatti.
O evento festivo realizado nas dependências do CTG às margens da Linha Verde, no Pinheirinho e contou com a participação de mais de 500 frequentadores do Centro.
Por outro lado vale ressaltar que na posse de José Carlos Pinhatti e de sua equipe de trabalho, o ex Patrão Cristiano durante seu discurso falou à nova Patronagem sobre os desafios que irão enfrentar mas garantiu que poderão contar sempre com sua colaboração.
O novo Patrão disse deixou clara sua linha de atuação afirmando que seu “objetivo é tornar os eventos do CTG cada vez mais culturais podendo assim congregar mais gaúchos que residem em Curitiba e Região Metropolitana e admiradores de nossa cultura, formando um ambiente agradável onde os participantes possam conviver em um clima de total integração e harmonia, onde a família é a base de tudo”.
Garantindo que assume o CTG com “grande entusiasmo e muita vontade de trabalhar pela nossa entidade” Pinhatti destacou a importância de seus companheiros de direção, “uma grande equipe” e também lembrou dos associados sempre presentes e que engrandecem nas promoções. Agradeceu a participação de todos “sempre bem-vindos” e encerrou com o pedido para que “Deus nos abençoe nesta missão”.

A Prenda Isabelly Komiaki fez uma homenagem com uma linda poesia

Eu vim contar uma história
A mais linda que já ouvi
É falar do significado
“O Paraná gaúcho nasceu aqui”

Para homenagear os farroupilhas
Os heróis da revolução
Vinte de Setembro com orgulho
Foi batizado nosso galpão

Neste solo sagrado
Nossa alegria se expande
Nosso galpão foi o primeiro
Fora do Rio Grande

Hoje homenageamos
E agradecemos de coração
Ao Patrão Cristiano
Que cumpriu em sua empreitada
Com trabalho e dedicação
Aguentou bem o repuxo
Para manter nosso galpão

Tia Ezilda flor do pampa
Desfolhando o mal me quer
Ternura, garra irmanada
No seu sonho de mulher
Que brilhe o seu sorriso
Por toda sua existência
Tia Ezilda é abençoada
Pelo rincão, nossa querencia

A família é o retrato de tudo
Tudo o que é mais sagrado
Agradecemos o casal
E fica aqui o nosso muito obrigado

A ti Patrão Pinhatti
Um amigo batalhador
Nossa homenagem sincera
Porque tu és merecedor

Vamos pelear junto contigo
Para defender o gauchismo
Esse legado é um grito de civismo
Na gestão desta tarca no tempo
Preservando a família
E servindo de bom exemplo

Por isso Patrão Pinhatti
Este é um pedido meu
Já que o destino nos deu
A sina de ardarmos contigo
Te pedimos meu amigo
Não esqueça de suas prendas
E peões que cantam,
Tocam, dançam
E declamam poesias
Transformando nosso galpão
Em vida e alegria

Somos tradicionalistas
Seguimos uma só direção
Estaremos sempre juntos
Deus te abençoe patrão