Estes créditos apresentam impacto positivo no PIB, no emprego e na receita dos municípios

 

O resultado de estudo desenvolvido pela doutora em economia Dayane Rocha de Pauli identificou a importância do crédito concedido pela Fomento Paraná aos municípios e empreendedores paranaenses. Servindo de tese para conclusão de doutorado da pesquisadora na Universidade Federal do Paraná (UFPR), o trabalho apresenta dados da Fomento Paraná, de outras agências de fomento, bancos comerciais e de órgãos como o Ministério do Trabalho.

A pesquisadora concluiu que a instituição de desenvolvimento do Governo do Estado foi responsável por 20% dos contratos de financiamento do país firmados por prefeituras com instituições financeiras entre 2010 e 2015. No Paraná, a instituição respondeu por 81% dos contratos de financiamento dos municípios no mesmo período.

Dayane destacou também que “a forma como a Fomento Paraná opera é muito atrativa aos municípios, pois a obra é acompanhada de perto e as liberações acontecem por parcelas, conforme o bom andamento das obras. Os créditos concedidos pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), operacionalizado pela Fomento Paraná e Paranacidade, têm um impacto positivo no PIB dos municípios, mas também em benefícios indiretos, como melhora no quadro de emprego e receita municipais”.

Para o o diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves, “na média, quando um município pega um crédito com a Fomento Paraná, o PIB sobe 1,25 pontos percentual a mais do que se não buscasse. E os ganhos provenientes de maior arrecadação de impostos ajudam no pagamento dos juros do financiamento. Então toda a população do município é beneficiada”.

Mostrando a amplitude da atuação da Fomento, o período pesquisado registra o contrato de financiamentos com 293 Prefeituras, representando 73% dos municípios paranaenses.

CRÉDITO – “A Fomento Paraná é a instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Estado. Financia obras em municípios, como pavimentação de vias, construção de escolas e compra de máquinas e equipamentos. No setor privado, financia projetos de investimento e capital de giro para empreendedores da indústria, do comércio e do setor de serviços.

Desde 2011, a instituição contratou R$ 1 bilhão em financiamentos para empresas de micro, pequeno e médio porte em todo o Estado. São 32 mil empreendimentos beneficiados em cerca de 300 municípios de todas as regiões. A carteira ativa é de R$ 320 milhões.

Com as prefeituras do Paraná são cerca de 900 contratos ativos, com uma carteira ativa de mais de R$ 842 milhões”.