Iniciando este ano o seu terceiro mandato, o prefeito Rafael Greca tem em seu currículo o destaque de ter vencido todas as eleições municipais que disputou na capital paranaense.
Reeleito no primeiro turno, com 59,74% dos votos válidos, Greca conseguiu em 2020 um total de 499.821 votos.

Ele entra neste mandato tendo como uma de suas principais metas administrar bem o total de R$ 2,5 bilhões que afirma ter disponíveis para obras públicas somente neste primeiro ano.
Sobre a campanha de vacinação um trabalho fundamental, o prefeito fala de pelo menos 1,5 milhão de vacinas, a população de 2 milhões de pessoas. Aqui um total de 90 mil pessoas já tiveram Covid e estão recuperadas
Defendendo a participação da prefeitura na compra de vacinas, Greca diz ter separado R$ 20 milhões e ter mais os R$ 30 que sobraram do ano fiscal da Câmara
Quanto a volta às aulas defende um modelo híbrido. Um dia as crianças vão para a aula e no outro ficam em casa. É a escola funciona com “meia ocupação”. Sua vontade é que as crianças voltem para a escola, porque elas passaram muito tempo fora. Assim as 140 mil crianças da Rede Municipal iniciarão o ano letivo no dia 18 de fevereiro em modelo híbrido. Um protocolo de retorno que tem 10 palavras-chaves: acolhimento com carinho, porque a escola é delas e nós queremos os curitibinhas dentro das escolas. Uso obrigatório da máscara, uso de álcool em gel, distanciamento entre crianças, professores, serventes e as pessoas que trabalham na escola, organização e limpeza dos espaços, transporte escolar com monitoramento, higienização permanente dos ônibus e distanciamento, comitê local de cada escola no monitoramento do Covid, termo de consentimento dos pais que concordam que os filhos vão para a escola nessas condições, kits individuais de material pedagógico para que não haja transmissão de vírus e o ensino híbrido.