Desde 2017, a Prefeitura promoveu uma renovação de 96% da frota operacional do Samu. Esta marca foi alcançada na terça-feira, 4 de junho, quando o prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, fizeram a entrega de mais quatro novas ambulâncias – três para o Samu e uma para transporte sanitário no Boa Vista.
O evento foi no almoxarifado da Secretaria Municipal da Saúde, na CIC. “Sinto uma grande alegria por essa renovação do Samu, que é um orgulho de Curitiba. O Samu ficou cada vez mais eficiente. Essa Prefeitura se torna cada vez mais a Prefeitura que não dorme. Quando vocês ouvirem a sirene do Samu saibam que essa é uma Prefeitura que não dorme”, afirmou o prefeito.
Cerca de R$ 1,08 milhão foi investido nos quatro veículos. A ambulância que será destinada ao transporte sanitário no Boa Vista custou R$ 184.993 – R$ 120 mil destinados pela Secretaria de Estado de Saúde e outros R$ 64.993 oriundos de contrapartida municipal. Já as três ambulâncias para o Samu, incluindo os equipamentos, custaram R$ 900 mil, recursos do governo estadual.

Renovação do Samu
Quando Greca assumiu o cargo de prefeito, a frota de ambulâncias do Samu estava envelhecida e sem manutenção. Para conseguir operar nestas condições, a gestão precisava, então, manter um número maior de carros reservas para substituições. A última atualização da frota havia sido em 2011.

Presenças
Participaram da cerimônia o vice-prefeito Eduardo Pimentel; os administradores regionais do Pinheirinho, Reinaldo Boaron, da CIC, Raphael Keiji, e do Portão, Gerson Gunha; a superintendente executiva da Secretaria Municipal da Saúde, Beatriz Battistella; os vereadores Geovane Fernandes, Edson do Parolin e Mauro Bobato; e o representante do Conselho Municipal de Saúde e presidente do Conselho Distrital de Saúde do Boa Vista, Paulo Jenzura.